Publicidade

lazerecultura

Mesmo com pandemia, empresa de Ribeirão projeta crescimento

Com 15 mil clientes e R$ 10 bilhões em custódia, a BlueTrade passa a se chamar Blue3

| ACidadeON/Ribeirao -

Empresa projeta crescimento mesmo na pandemia (Imagem: Pixabay)
 
A empresa de gerenciamento de investimentos Blue3, antiga BlueTrade, vai na contramão do mercado afetado pela pandemia e, só em 2021, já contratou 120 profissionais e ainda tem vagas abertas em todos os seus escritórios.

A marca, que nasceu em Franca em 2009, hoje tem sede em Ribeirão Preto. Além de estar entre as três maiores operações da XP Investimentos, a Blue3 projeta crescimento de 530% nos ativos sob custódia e de 350% no número de clientes até 2023.

"Por meio de nossa nova marca queremos dialogar de forma mais direta com as pessoas que ainda destinam boa parte de seus investimentos aos bancos, oferecendo uma proposta diferente e que as faça compreender o mercado financeiro e brilhar os olhos com as possibilidades", disse Leone Cabral, sócio-fundador da Blue3.

A empresa chegou ao seu primeiro bilhão sob custódia no ano de 2018, subiu para R$ 3 bilhões em 2019; e para R$ 7,6 bilhões em 2020, ano marcado pela fusão com a LHx, de Goiás. Em 2021, são R$ 10 bilhões sob custódia, 15 mil clientes ativos e mais de 400 profissionais envolvidos na operação. 
 
MAIS: Clique aqui e veja mais notícias da coluna Giro

Mais notícias


Publicidade