Aguarde...

onlist

98 anos da origem do apelido Leão do Norte

Apelido e mascote do Comercial são oriundos de atuação histórica do time em excursão pelo Nordeste, em 1920

| ACidadeON/Ribeirao

Marca: Historiador Raphael Galamba apresenta detalhes da excursão vitoriosa do Leão (foto: Rafael Alves / divulgação Comercial)


O torcedor se habituou a chamar o Comercial de Leão do Norte, mas poucos sabem da origem desse apelido. Faz 98 anos que o termo passou a ser adotado.  

Tudo começou em março de 1920. O Sport estava completando 15 anos e enviou um telegrama ao Alvinegro convidando-o a participar de uma excursão pelo Recife para uma série de jogos.  

Havia também uma outra motivação para a participação do time. "O principal jogador do Comercial da época era o Benedito, também chamado de Zé Macaco. Ele tinha feito essa excursão com o Botafogo-RJ dois anos antes e falou em Recife que sofreram com brigas e ameaças, mas ele desafiou ao dizer que o Comercial ganharia de qualquer equipe", afirmou o historiador Raphael Galamba.  

Após longas viagens de trem e navio até chegar à capital pernambucana, a delegação do Comercial iniciou sua caminhada com jogos quentes e cheio de confusões e provocações durante todo o mês de maio.  

Foram sete partidas disputadas em Recife e uma em Salvador. O Comercial mostrou sua força e cravou campanha invicta, com sete vitórias e um empate. Entre os times batidos pelo Alvinegro estavam o próprio Sport e o América de Recife, que levavam a alcunha de Leão do Norte.  

"A imprensa em geral passou a adotar o nome de Leão do Norte para o Comercial devido à campanha invicta. Clubes grandes participaram da mesma excursão e não tiveram o mesmo resultado", disse Galamba.

Homenagens  

Na volta a Ribeirão Preto, o comércio fechou as portas e a cidade parou para reverenciar o desempenho dos heróis. A cada jogo vencido, o Comercial recebeu troféus e todos foram expostos em um evento organizado em frente ao antigo teatro Carlos Gomes, no Centro. 

Belmácio e o hino do Leão  

A campanha invicta do "novo" Leão do Norte em excursão pelo Nordeste também serviu de inspiração para o atleta Belmácio. Durante a longa viagem de volta a Ribeirão, partindo de Salvador, o jogador aproveitou o tempo livre para fazer história.  

"O Belmacio, que também era músico, compôs a melodia do hino do Comercial com uma flauta durante a viagem de volta. Depois de muito tempo é que foi feita a letra da música e o hino em si, durante as festividades pelos 50 anos do Comercial", ressaltou o historiador. 

Curtas do Leão  

O Comercial está acertando a contratação do atacante Diogo, 22, que estava atuando no Paraná. O reforço chega para repor as saídas de Michel Renner e Paulo Henrique, que foram emprestados ao Busan, da Coreia do Sul. O Leão joga neste domingo (13), às 10h, contra o Brasilis, no Palma Travassos, pela 6ª rodada da Segundona.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON