Sete passos para um financiamento coletivo de sucesso

Cuidados com impostos, com o vídeo e a divulgação são essenciais na hora de publicar o seu projeto

    • ACidade ON
    • Isabella Grocelli
Mastrangelo Reino / A Cidade
João Lucas conseguiu financiar seu projeto em menos de 30 dias (Foto: Mastrangelo Reino / A Cidade)

Se você tem algum projeto que só faltam os fundos para funcionar, o financiamento coletivo pode ser a escolha certa para você! Para ajudar, o advogado especialista em direito eletrônico e especialista em crowdfunding Vinícius Maximiliano listou os sete passos essenciais para você ter um projeto de sucesso.

Comece sua campanha antes mesmo de apertar "publicar"

É muito importante você angariar e conscientizar as pessoas previamente sobre um potencial projeto, iniciativa ou produto. Um site, uma página nas redes sociais falando sobre o assunto, entregando algum conteúdo útil e gratuito, será um grande estímulo para o público.

Atenção às leis e impostos

Os valores que circulam em projetos de financiamento coletivo estão sujeitos a tributação, especialmente se forem para pré-venda de produtos, serviços ou investimento em empresas. Por isso, lembre-se de ter um bom contabilista especializado em empresas digitais para evitar surpresas desagradáveis e um bom advogado focado em direito eletrônico e contratos para ajudar na formatação dos termos da campanha, forma, envio de recompensas e coisas do gênero. Ah, e considere a possibilidade de abrir um CNPJ para sua campanha e uma conta bancária exclusivamente para movimentação de dinheiro. Assim, evita misturar tudo com seu CPF e seu Imposto de Renda.

Escolha a platarfoma correta

Esse ponto é o mais crucial! Dependendo do tipo do seu projeto, estar em um site de nicho pode fazer toda a diferença. Plataformas mais direcionadas muitas vezes atendem mais os objetivos e dão um suporte diferenciado ao dono do projeto, desde a criação até o fim da campanha.

Números simples e claros

Um grande número de campanhas, mesmo quando bem sucedidas, acabam falhando na conclusão do projeto em razão das projeções financeiras serem furadas. Para isso, peça ajuda a um contabilista para estruturar corretamente os custos. Tenha em mente que você precisa:
– Pagar todas as recompensas e enviá-las corretamente
– Recolher todos os impostos devidos
– Despesas de marketing
– Despesas com sua equipe (vídeo, advogado, contador)
– Taxa de sucesso das plataformas (entre 10% a 15%)
– Margem de segurança de 30% para gastos imprevistos na aplicação do projeto

Escolha suas recompensas com carinho

O tipo e o custo da recompensa são cruciais para o sucesso da campanha. Afinal, as pessoas querem algo que as faça lembrar do que fizeram. Isso não significa recompensas caras, mas sim recompensas originais. Não esqueça de calcular o frete de envio, afinal, você pode ter doadores de qualquer lugar do país e até do exterior.

Se apresente com um vídeo

O vídeo deve ser simples e curto (nada maior que quatro minutos), mas cuidado com o amadorismo! Você não precisa ter uma equipe de filmagem profissional, mas ter pelo menos um bom som e uma iluminação adequada faz toda a diferença e mostra respeito pelo tempo do seu público.

Os primeiros 30% são 100% essenciais

Análises de diversas campanhas comprovam que 30% dos fundos arrecadados são da sua família e amigos, portanto, garanta que esse apoio ocorra, especialmente nos dias iniciais do projeto! Essa alavancagem, além de lhe motivar ainda mais, vai tornar seu projeto viral e rastreável pelos motores de promoção da plataforma, e mostrar que você tem potencial arrecadatório.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.