TJ-SP abre prazo para possível conciliação entre Nogueira e Lincoln

Trata-se de uma ação por dano moral que Nogueira move contra o parlamentar. A situação ocorreu em maio de 2016, no período pré-eleitoral

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Marcelo Fontes

 

Nogueira move uma ação por dano moral contra o parlamentar Lincoln (fotos: Weber Sian / A Cidade e Allan S Ribeiro / Câmara)

 
O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) abriu a possibilidade que o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) e o vereador Lincoln Fernandes (PDT) possam entrar em um acordo. Trata-se de uma ação por dano moral que Nogueira move contra o parlamentar.  

A situação ocorreu em maio de 2016, no período pré-eleitoral. Lincoln postou em suas redes sociais um vídeo ligando o atual prefeito a Máfia da Merenda, investigada pela Operação Alba Branca.  

A postagem teve mais de 5 mil acessos. Um ano depois, em maio de 2017, o juiz Héber Mendes Batista condenou Lincoln, em primeira instância, ao pagamento de R$ 15 mil, "corrigido a contar da publicação da sentença, com juros de mora, e de 12% ao ano, a contar da data da postagem do vídeo".  

O vereador recorreu ao TJ-SP. Procurado, Lincoln afirmou que a intenção de acordo ou conciliação precisa partir do prefeito, já que é ele o autor da ação. "Vamos avaliar a hipótese de que em uma eventual conciliação, o valor da indenização seja revertida para uma instituição filantrópica indicada por nós", informou o Nogueira.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.