Isaac Antunes aparece em documentos apreendidos com advogados

Nome do vereador aparece 1.437 vezes em cadastro de pessoas que tiveram ações fraudulentas em seus respectivos nomes

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Marcelo Fontes

Nome do vereador Isaac Antunes (PR) apareceu em documentos (Foto: Weber Sian / A Cidade 02.ago.2017)

 

O nome do vereador Isaac Antunes (PR), de Ribeirão Preto, aparece em vários documentos apreendidos no escritório dos advogados que são réus na Operação Têmis. Isaac, inclusive, está na relação das pessoas que tinham acesso ao servidor do local. O ACidade ON teve acesso a essa documentação nesta terça-feira (15).  

Há ainda uma lista com o nome de pessoas que tiveram ações distribuídas pelos advogados. Nesse documento, o nome de Isaac aparece 1437 vezes. Para o Ministério Público, se trata das pessoas que fizeram inscrição através do movimento Muda Ribeirão. Capitaneado por Isaac, esse movimento prometia limpar o nome das pessoas de forma gratuita.  

Os advogados que são réus na Têmis distribuíram mais de 50 mil ações, causando um prejuízo superior a R$ 100 milhões. As pessoas eram atraídas pela promessa de limpar o nome de forma gratuita inclusive pelo Muda Ribeirão de Isaac -, mas o que ocorria era a distribuição de ações.  

Esses advogados, de acordo com o Ministério Público, ganhavam dinheiro de duas formas: ganhando ações indenizatórios e, principalmente, com pagamento das custas do processo, já que as pessoas também assinavam declaração de pobreza.  

Outro lado  

Desde o início da Operação Têmis, em janeiro de 2018, o vereador Isaac sempre negou ter qualquer participação no caso. A última manifestação do parlamentar foi através de nota: "Em atenção ao pedido de nota solicitado, esclarecemos que estamos tranquilos e vamos aguardar toda a investigação".

 

A lista acima foi apreendida em janeiro de 2018 no escritório de advocacia dos réus na Operação Têmis. Nela, o nome de Isaac aparece 1.437 vezes, sempre a frente do nome de possíveis vítimas do grupo. 


ENTENDA O CASO

Do que Isaac é acusado?
Isaac é acusado de crime eleitoral, por ter, supostamente, usado o movimento Muda Ribeirão para obter votos. O vereador, quando pré-candidato, percorria os bairros oferecendo serviço para limpar o nome das pessoas de forma gratuita. Há um entendimento que com isso ele ganhou inúmeros votos.

O que diz Isaac?
O vereador nega. Ele alega que o Muda Ribeirão é um movimento social que percorria os bairros de Ribeirão Preto ajudando as pessoas com vários serviços gratuitos.

Quem investiga Isaac?
Isaac responde a inquérito da Polícia Federal (PF) por suposto crime eleitoral e caixa dois de campanha e é investigado pelo Ministério Público na Operação Têmis.

Isaac é réu na Operação Têmis?
Não. Isaac, até o momento, não réu.

Quem são os réus na Têmis?
- Renato Rosin Vidal - advogado civil
- Klaus Philipp Lodoli - advogado civil
- Gustavo Caropreso Soares de Oliveira - advogado civil
- Angelo Luiz Feijó Bazo - advogado civil
- Thales Vilela Starling - advogado criminalista
- Douglas Martins Kaufmann - advogado criminalista
- Ramzy Khuri da Silveira - Khuri Recuperadora de Ativos
- Luiz Felipe Naves Lima - Consultoria Neo Price
- Ruy Rodrigues Neto - Neo Price e Associação Pode Mais (Limpe Seu Nome)
- Clóvis Angelo, vulgo "Capitão" - Responsável por recrutar captadores de clientes para o Escritório LCBV

Do que eles são acusados?
De utilizar cadastros de pessoas (inclusive os recolhidos na caravana Muda Ribeirão) para distribuir mais de 50 mil ações fraudulentas que geraram um prejuízo estimado em R$ 100 milhões para várias empresas. Eles são réus por organização criminosa, estelionato, falsidade ideológica, fraude processual e violação do sigilo bancário. Todos eles negam os crimes.


0 Comentário(s)