Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Política

Vereadores de Ribeirão devem mudar para novo prédio em janeiro

Estrutura de R$ 10 milhões conta até com rota privativa para os parlamentares passarem; cada político também terá seu banheiro privativo

| ACidadeON/Ribeirao

   

 

A polêmica construção do novo prédio da Câmara de Ribeirão Preto terá seu último capítulo nos próximos dias. O serviço já está 93% concluído, mas ainda faltam licitações para implantar uma rede digital integrada e do mobiliário. 
 
Ao todo, já foram gastos R$ 9,5 milhões - R$ 8,5 milhões da obra, R$ 792 mil do ar-condicionado e R$ 292 da rede de energia elétrica. "Está quase tudo pronto. Creio que o ano que vem, após o recesso, já poderemos mudar os gabinetes", disse o presidente da Câmara, Igor Oliveira (MDB). 
 
O ACidade ON esteve no prédio e conferiu que as instalações estão praticamente finalizadas (vejas as fotos abaixo e o vídeo acima).

Herança dos Sevandijas

O novo prédio da Câmara foi idealizado pelo ex-presidente e ex-vereador Walter Gomes (PTB). Ele queria uma forma de acomodar confortavelmente todos os 27 vereadores da Legislatura 2016/2020, que teve um aumento de cinco cadeiras.

A obra começou em 2015, mas em setembro de 2016, com a Operação Sevandija (que teve o afastamento e a prisão de Walter Gomes), foi paralisada. Sendo que a retomada só o correu em março de 2018.
 
 

RAIO-X DO NOVO PRÉDIO

Gastos: 
- Valor total da obra: R$ 8.571.985 (já efetivou o pagamento de R$ 7,9 milhões)
- Sistema de climatização: R$ 792.000,00
- Sistema de energia: R$ 292.200,00

O que falta licitar:
- Rede Lógica (multimídia): em fase de licitação
- Móveis: em fase de projeto

Prazos:
- Início da obra: agosto de 2015
- previsão da conclusão: dezembro de 2019

O que há no prédio:
- 27 gabinetes, com três salas e dois banheiros cada um
- Total de banheiros: 58 (quatro abertos ao público)
- Corredores fechados para passagens dos vereadores
- Dois elevadores, um para o público e outro exclusivo para os vereadores
- Estacionamento privativo para os vereadores
- Passarela ligando o plenário ao novo prédio

FONTE: ACIDADE ON