Aguarde...

Política

Doria admite segunda onda da covid-19 e defende Plano SP

Governador criticou os prefeitos que não respeitaram a fase vermelha no final do ano e reforçou que espera um ano de 2021 difícil

| ACidadeON/Ribeirao

Doria em videoconferência nesta quarta (Imagem: Reprodução)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou, nesta quarta-feira (6), os prefeitos e prefeitas que não respeitaram nos municípios a fase vermelha da quarentena no Natal e no Ano-Novo (assista a coletiva logo abaixo, ao final do texto).

"Não agiram como deveriam, mas foram poucos", disse Doria. Segundo levantamento do Estado, cerca de 20 prefeituras não respeitaram a fase vermelha.

Ribeirão Preto foi um dessas cidades, já que o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) liberou o comércio, shoppings, bares e restaurantes ao longo do feriado prolongado de ano novo.

Doria ainda reconheceu que a segunda onda da covid-19 chegou e que 2021 será um ano difícil. "Mais difícil do prevíamos em outubro", falou Doria.

As declarações de Doria foram dadas em reunião por videoconferência, que começou às 11 horas desta quarta, com todos os prefeitos e prefeitas de São Paulo. 
 
Em complemento ao posicionamento do governador, o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, informou que o Governo do Estado vai priorizar as prefeituras que respeitarem o Plano São Paulo.

Segundo a assessoria do governador, os temas que serão tratados nesta reunião são: política econômica do Estado, Plano São Paulo e o Plano Estadual de Imunização. Assista o encontro no vídeo abaixo:
 



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON