Aguarde...

Política

Construção do prédio do AME de Ribeirão deve durar dois anos

Foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (25) a homologação da empresa que venceu a licitação para construção do prédio

| ACidadeON/Ribeirao

Obra de construção do AME Mais deve custar R$ 35 milhões (Imagem: divulgação)
 
A prefeitura publicou na edição desta quinta-feira (25) do Diário Oficial do Município a homologação da licitação para construção do primeiro AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Ribeirão Preto. A obra deve ficar pronta daqui dois anos - a partir da ordem de serviço - e custará R$ 35.335.000,00. 

LEIA MAIS - Promessa de campanha: AMEs de Ribeirão ainda estão no papel
 
A construção do prédio que abrigará o AME Mais ficará a cargo da empresa OTT Construções e Incorporações Ltda, de Curitiba-PR. Embora o prédio do AME seja custeado com os recursos da prefeitura, ele será administrado pelo governo estadual.  

O AME Mais será construído em um terreno localizado ao lado da Fatec (Faculdade de Tecnologia), na Vila Virgínia, na zona Oeste de Ribeirão Preto.  

A abertura de três AME´s em Ribeirão Preto foi uma das principais promessas feitas pelo prefeito Duarte Nogueira na campanha eleitoral de 2016.  

Desde então, teve início as tratativas junto ao governo de São Paulo, para a abertura do AME. Ficou definido que a Prefeitura será a responsável pela obra e, quando tudo estiver pronto, o Estado assume e coloca a unidade para funcionar.  

O que é o AME?
 
O AME foi criado pelo Governo de São Paulo para suprir a demanda por especialidades médicas. Ele tem um alcance regional, ou seja, o AME Mais de Ribeirão vai atender também os municípios da região.



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON