Publicidade

politica

Prefeitura de Ribeirão estuda incluir macro anel em PAC do Doria

Governo de São Paulo pretende investir mais de R$ 47 bilhões em 8 mil obras até o final de 2022

| ACidadeON/Ribeirao -

Prefeitura de Ribeirão Preto acredita que macro anel possa desafogar o tráfego de veículos pesados no Anel Viário Sul (Foto: Milena Aurea/Arquivo A Cidade)
 
A Prefeitura de Ribeirão Preto estuda incluir a proposta do macro anel no programa Pró SP, que foi lançado na última semana pelo governador João Doria (PSDB). O programa pretende investir R$ 47,5 bilhões em mais de 8 mil obras de infraestrutura até o final de 2022.  

LEIA MAIS - SP lança programa com previsão de 8 mil obras e R$ 47,5 bilhões  

Segundo a prefeitura de Ribeirão Preto, a obra já foi solicitada ao governo estadual. Segundo a administração municipal, o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB), coordenador-geral do Pró SP, sinalizou favoravelmente ao projeto. A prefeitura ainda aguarda a oficialização pelo governo paulista.  

Em contato com a reportagem, o Governo de São Paulo informou que tanto o estado poderá sugerir projetos para que sejam financiados com o programa, quanto os municípios poderão pleitear convênios para realização das obras.  

Segundo o estado, parte dos recursos já estão disponíveis para realização de obras de infraestrutura em São Paulo, como o investimento de R$ 300 milhões na recuperação de rodovias na região de Ribeirão Preto, como a duplicação da rodovia Mário Donegá.  

Macro anel  

No início de setembro, o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB), informou que solicitou ao governo estadual a construção de um "macro anel" interligando rodovias no entorno da cidade.  

A proposta pretende criar uma nova interligando as rodovias Anhanguera, José Fregonesi, Antônio Machado Santana e Mário Donegá. O objetivo é desafogar o fluxo de veículos pesados no Anel Viário Sul, que fica dentro do perímetro urbano.  

PAC do Doria  

Em ano pré-eleitoral, o programa Pró SP ganhou apelido de PAC do Doria. O PAC, Programa de Aceleração do Crescimento, foi um programa do Governo Federal, na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que financiou obras, através da Caixa Econômica Federal, em todo o Brasil. O atual programa Ribeirão Mobilidade, da Prefeitura de Ribeirão Preto, tem a maioria das obras financiadas pelo PAC.  

Em 2022, Doria tem intenção de disputar a Presidência da República e seu atual vice, Rodrigo Garcia, deve disputar a permanência no Governo de São Paulo.


Mais notícias


Publicidade