Publicidade

politica

Ribeirão mapeia áreas que precisam do plantio de árvores

Nesta terça-feira (21), a Prefeitura de Ribeirão Preto assinou carta compromisso com o Programa Ribeirão - 3°C

| ACidadeON/Ribeirao -

Organizações interessadas em participar do projeto precisam procurar a secretaria do Meio Ambiente (Foto: Arquivo ACidade ON)
 
A Prefeitura de Ribeirão Preto está mapeando as áreas da cidade onde são necessários o plantio de árvores para o aumento da cobertura vegetal no município. Segundo o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), o levantamento já atingiu 60 % das ruas e avenidas e deve ser concluído até o final do ano.  

LEIA MAIS - Ribeirão Preto tem inverno mais seco dos últimos 21 anos
 
De acordo com o chefe do executivo, os locais devem ser vistoriados para que ocorra o plantio adequado de árvores. A proposta também tem o intuito de manter a atual área verde nos locais que apresentam níveis satisfatórios.  

"Nós vamos ter a identificação bem pontual, área por área, quarteirão por quarteirão, onde que a gente tem que correr e plantar mais árvores para aumentar a cobertura vegetal", disse Nogueira em entrevista para rádio CBN Ribeirão.  

Segundo a secretaria do Meio Ambiente, organizações podem participar do projeto e apresentar propostas de plantio voluntário das árvores. Lembrando que é necessário a autorização dos técnicos da secretaria, para que sejam plantadas as espécies corretas para cada região da cidade.  

Menos 3°C
 
Nesta terça-feira (21), o prefeito Duarte Nogueira assinou uma carta compromisso da secretaria da Educação com o Programa Ribeirão - 3°C, que pretende levar o projeto de incentivo de práticas ecológicas para as escolas da rede municipal. O evento foi realizado no Bosque e Zoológico Fábio Barreto.  

"Começar a primavera de 2021 com os pés firmes na preocupação ambiental e levar para todas nossas escolas da nossa rede municipal esse programa Ribeirão Preto -3°C, incentivando o plantio de árvores, para aumentar a cobertura vegetal, aumentar a nossa capacidade sermos uma cidade mais verde, mais sustentável e colher os benefícios disso, tanto do ponto de vista climático, do ponto de vista da temperatura", completou.

Mais notícias


Publicidade