Publicidade

politica

Prefeitura de Ribeirão altera restrições para contenção da covid

Novo decreto foi publicado na edição desta quinta-feira (13) do Diário Oficial de Ribeirão Preto; medida amplia público nos estádios de futebol

| ACidadeON/Ribeirao -

Confira como ficam as mudanças (Foto: Arquivo A Cidade)
 
Após dois dias do anúncio, a Prefeitura de Ribeirão Preto publicou alterações no decreto com as novas medidas restritivas para contenção da pandemia do novo coronavírus (covid-19).  

LEIA MAIS - Quarentena: Veja as regras após as coletivas do Estado e da Prefeitura  

Entre as medidas estão a liberação do público nos eventos esportivos profissionais para até 70% da capacidade dos estádios e a permissão para realização de eventos simultâneos no mesmo espaço, desde que o público de cada um não ultrapasse o número de 700 pessoas.  Nas duas situações, o uso de máscaras continua obrigatório.

As mudanças nas regras foram publicadas na edição desta quinta-feira (13) do Diário Oficial do Município. Confira:  

Espaços de eventos  

Segundo parágrafo único incluso no artigo 4º do decreto 10/2022, fica permitido "nos locais em que seja possível segregar o controle de acesso e movimentação [...] a realização de eventos simultâneos ou evento com mais de um espaço, desde que cada um destes espaços não ultrapasse o limite de 700 [...] pessoas".  

A norma ainda determina que todos os serviços sejam separados, desde a entrada do público até as outras atividades previstas na programação. Além disso, o decreto informa que continuará sendo necessária a apresentação de projeto do evento para aprovação do Departamento de Fiscalização Geral.  

As casas noturnas com pista de dança continuam com a capacidade reduzida em 50% do público.  

Público nos estádios  

O decreto também aumenta a capacidade de público para eventos esportivos profissionais, o que pode beneficiar o Botafogo e o Comercial, que estrearão nas séries A1 e A3 do Campeonato Paulista nas próximas semanas.  

A norma anterior previa que todos os eventos realizados na cidade pudessem ter públicos com até 700 pessoas. Agora, os eventos esportivos profissionais deverão seguir as medidas emergenciais de proteção aplicadas pelo Governo do Estado de São Paulo, que prevê a liberação de público de até 70% da capacidade do local. 
 

Uso de máscaras continua obrigatório (Foto: Pixabay)


Mais notícias


Publicidade