Publicidade

politica

Prefeitura de Ribeirão anuncia reforma da praça Barão do Rio Branco

Monumento histórico de Ribeirão Preto, do início do século passado, será reformado com o apoio da iniciativa privada

| ACidadeON/Ribeirao -

Prefeitura anuncia reforma da Praça Barão do Rio Branco, na região Central de Ribeirão Preto - Foto: Guilherme Sircili

A Prefeitura de Ribeirão Preto anunciou nesta quarta-feira (15), que a praça Barão do Rio Branco, que fica em frente ao Palácio Rio Branco, na região central, será reformada com o apoio da iniciativa privada. O investimento será feito pela empresa Estre, responsável pela coleta de lixo na cidade. Os detalhes e início da reforma não foram mencionados. 

Durante um ato realizado na manhã de hoje, na sede da Prefeitura, para a entrega de uma placa em homenagem ao aniversário de 166 anos de Ribeirão Preto, representantes da empresa se comprometeram a reformar o espaço histórico que existe antes mesmo da inauguração do prédio onde hoje abriga o executivo.  

LEIA MAIS
UBDS Central abre no feriado para vacinação contra gripe e covid
Feriado: Veja o que abre e fecha nos serviços públicos em Ribeirão

"A herma do Barão do Rio Branco foi erguida em 1913, a pedido das autoridades da época, e em de 26 maio de 1917 o Palácio foi inaugurado, mas a praça possui uma história com a cidade mais antiga. A praça, com todo seu charme, sempre foi ponto de encontro dos ribeirão-pretanos e agora será revitalizada", disse Duarte Nogueira.     

 
Restauração do Palácio 

O Palácio Rio Branco, que completou 105 anos em maio, deve ser desocupado ainda neste ano, para ser restauradoUma projeto foi apresentado pela Prefeitura em 2020, quando foi assinado um termo de cooperação entre a prefeitura e o IPCCIC (Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais).   

A Prefeitura migrará para o antigo prédio da Caixa Econômica Federal, na rua Américo Brasiliense, 426, no Centro. O local começou a ser reformado em julho de 2020. A obra era para ter sido entregue em janeiro de 2021, mas houve a necessidade de adequações na reforma do imóvel. O serviço foi orçado em R$ 4.456.689,52. 

O imóvel foi adquirido pela Prefeitura de Ribeirão Preto em negociações com a Caixa pelo valor de R$ 3,9 milhões (em compensação de tributos, como o IPTU). O contrato de compra foi assinado no fim de janeiro de 2019. O executivo ainda planeja restaurar o Palácio Rio Branco. 

 
História do Palácio Rio Branco

A construção do Palácio Rio Branco teve início em 3 de agosto de 1915. O prédio conta com dois pavimentos e um porão, tem 600 m² de área coberta, totalizando 1.800 m² de construção. O estilo de sua fachada é uma transição do barroco para o moderno e foi inspirado nas fachadas arquitetônicas do início do século da França.

O nome escolhido foi uma homenagem ao Barão do Rio Branco, falecido em 1912, que também ganhou um busto na praça que fica em frente ao Palácio. Durante seus anos iniciais, o Palácio foi sede da Câmara dos Vereadores, da Prefeitura, da Procuradoria e outros órgãos políticos.

O Governo Municipal (Câmara e Prefeitura) funcionou conjuntamente no Palácio até 1956, quando a Câmara foi transferida para o antigo prédio da Sociedade Recreativa, na rua Barão do Amazonas, 323, onde fica hoje o MARP (Museu de Arte de Ribeirão Preto).

Quem foi Barão do Rio Branco

Nascido em 1845, José Maria da Silva Paranhos Júnior, conhecido como Barão do Rio Branco, foi advogado, geógrafo, historiador brasileiro e diplomata, sendo considerado o patrono da diplomacia no Brasil, por sua participação na formação das fronteiras nacionais. 

Por conta dos serviços prestados ao país, em 1884 passou a fazer parte do conselho privado do imperador e, em 1888, recebeu da princesa Isabel, então princesa regente do Brasil, o título de Barão do Rio Branco. O barão ocupou o Ministério das Relações Exteriores até seus últimos dias. Morreu em 10 de fevereiro de 1912, aos 66 anos.

VEJA TAMBÉM 
Ele voltou: Totem Eu amo Ribeirão é recolado no Calçadão

Vista área da praça Barão do Rio Branco - Foto: Divulgação/CCS

Publicidade