Publicidade

politica

Ribeirão: Câmara aprova estudo sobre local para doação de marmitas

Proposta do vereador Elizeu Rocha foi aprovada na noite de terça-feira (21); vereador afirma que marmitas doadas são jogadas na ruas, causando sujeira

| ACidadeON/Ribeirao -

Indicação foi aprovada na sessão da última terça-feira (21) (Foto: Thaisa Coroado/Câmara Ribeirão)
 
A Câmara de Ribeirão Preto aprovou uma indicação que provocou polêmica durante a sessão realizada na noite de terça-feira (21). A indicação, que será encaminhada para o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), pede que o Executivo determine a análise e estudo para implantação de local específico para distribuição de marmitas para pessoas em situação de rua. 

Os vereadores aprovaram a indicação com 11 votos sim e cinco votos contrários - seis vereadores não votaram. A proposta, de autoria do vereador Elizeu Rocha (PP), ainda solicita que a prefeitura envie ume projeto de lei para Câmara Municipal para disciplinar a questão. 

VEJA TAMBÉM
 

Passageiros enfrentam demora e ônibus lotados em Ribeirão Preto
 

Sindicato diz que cumpre liminar com 50% dos ônibus nas ruas em Ribeirão
 
O vereador justifica que após o consumo dos alimentos doados as "marmitas são jogadas nas ruas e praças", causando sujeira e entupimento de bueiros.  

A indicação foi votada em separado a pedido do vereador Luís França (PSB), que foi contrário ao pedido de Elizeu. "Entendo uma questão discriminatória nesta indicação. Nós não temos que ter essa análise", disse.  

"A cidade que tem uma arrecadação de quase R$ 4 bilhões, nós estamos trazendo uma preocupação aonde às pessoas vão se alimentar na praça, a rua? Nós temos que destinar parte do orçamento do município para eliminar esse problema na nossa cidade", completou.  

Elizeu afirmou que a sugestão é para que sejam criados locais "dignos" para que a população em situação de rua possa se alimentar.  

"Se a Vigilância Sanitária, o Ministério do Trabalho fiscalizam os barracões das obras, que tem que ser higienizados, ter cozinhas próprias, banheiros próprios, tem que ser tudo limpo, porque o morador de rua tem que comer sentado em uma sarjeta?", disse. 

Veja como cada vereador votou: 

SIM
Elizeu Rocha (PP)
Emílio Cury (Novo)
Gláucia Berenice (REP)
Brando Veiga (REP)
Isaac Antunes (PL)
Franco Ferro (PRTB)
Bertinho Scandiuzzi (PSDB)
Matheus Moreno (MDB)
Maurício Vila Abranches (PSDB)
Paulo Modas (União)
Renato Zucoloto (PP)  

NÃO
Judeti Zilli (PT)
Lincoln Fernandes (PDT)
Luís França (PSB)
Duda Hidalgo (PT)
Ramon Faustino (Psol)  

Não votaram
 
Igor Oliveira (MDB), Jean Corauci (PSB), Marcos Papa (Pode), Maurício Gasparini, Sérgio Zerbinato (PSB). O presidente da Mesa Diretora, Alessandro Maraca (MDB) só é obrigado a votar em caso de desempate.  

LEIA MAIS
 

Gaeco fecha o cerco contra lavagem de dinheiro de jogos de azar
 
 



Publicidade