Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Política

11 motivos para não ter impeachment

Movimento pró-Dilma fala em respeito ao resultado das urnas e afirma que presidente não cometeu crime de responsabilidade

| ACidade ON

José Cruz/Agência Brasil
A presidente Dilma Rousseff (PT) (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O processo de impeachment não é e não pode ser político, sustentam especialistas. Um pedido de impeachment só pode existir se houver a existência de pressupostos jurídicos previamente estabelecidos na legislação.

“Qualquer pessoa que tenha o mínimo de conhecimento jurídico sabe que a presidente Dilma em nenhum momento praticou qualquer conduta que configure crime de responsabilidade. Diante da ausência de fundamentos, não há impeachment, nesta circunstância é golpe de estado”, diz a advogada Raquel Montero.

O sociólogo e cientista político Fábio Pacano também aponta falta de legitimidade para o processo. “Considero o governo Dilma muito ruim, mas o impeachment não é justo, principalmente pela questão da legitimidade. O voto popular, por mais errado que seja, tem de ser respeitado. Não me parece justo uma presidente ser julgada por uma corja de corruptos sem que hajam provas contra ela”, opina.

Em último caso, Pacano defende nova eleição para troca geral do governo.

 

Mais do ACidade ON