Dárcy Vera se entregará, mas vai recorrer de decisão do STJ

Segundo advogada da ex-prefeita, ela vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Wesley Alcântara
Milena Aurea / A Cidade
Dárcy Vera deve voltar para a prisão (foto: Milena Aurea / A Cidade)

 

A advogada de defesa da ex-prefeita Dárcy Vera, Cláuda Seixas, anunciou que recorrerá ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra a decisão dos ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça). Por quatro votos a um, o ministros da 6ª Turma decidiram pela revogação da liminar que mantinha a ex-chefe do Executivo em liberdade.

Dárcy Vera vai voltar para a prisão

Cláudia confirmou que Dárcy se entregará a Justiça, mas não informou quando e horário. “O julgamento acabou de acontecer. Mas ela [Dárcy] vai se entregar. A expectativa é que a prisão ocorra nesta sexta-feira após o STJ comunicar o caso a Justiça local – a quem cabe a expedição do mandado de prisão.

Para os ministros, é concreto o receio de que haja movimentação, dissipação ou ocultação dos valores que se quer recuperar. Dárcy é acusada de ter recebido R$ 7 milhões de propina para facilitar o pagamento de honorários advocatícios a Zuely Librandi. No entanto, esse dinheiro nunca foi encontrado. O A Cidade antecipou em sua edição de hoje que esse seria um dos motivos que pesaria contra a ex-prefeita.

Segundo os ministros, apesar de já ter sido destituída do cargo, a ex-prefeita ainda pode obstaculizar a investigação por sua notória influência regional.

LEIA TAMBÉM

Dárcy Vera foi presa na 2ª fase da Operação Sevandija

Dárcy Vera é cassada e tem direitos políticos suspensos

Dárcy Vera, do fenômeno das urnas à cassação política

'Dárcy Vera sabia de tudo', diz Plastino em carta

Se condenada, pena de Dárcy Vera pode chegar a 500 anos de prisão

Dárcy Vera passa por atendimento médico em Ribeirão Preto

Dárcy Vera tem três bens bloqueados pela Justiça 


 


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.