Câmara de Ribeirão Preto estuda fazer concurso para contratar 27 telefonistas

A recomendação é do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP)

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Marcelo Fontes
F.L.Piton / A Cidade - 19.mai.2016
Novas contratadas trabalhariam nos gabinetes dos vereadores (Foto: F.L.Piton / A Cidade - 19.mai.2016)

 

A Mesa Diretora que assume a Câmara em 2018 estuda a possibilidade de realizar concurso público para contratar 27 telefonistas. A medida viria para atender a recomendações antigas do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP).

O órgão regulador afirma que a Câmara precisa, pelo menos, igualar o número de funcionários comissionados com o de servidores. De acordo com a folha do mês de outubro deste ano, a Casa de Leis tem 97 servidores contra 137 comissionados. A contratação dos telefonistas deixaria a situação mais equilibrada, próxima do que pede o TCE-SP.

Nesse cenário, segundo a coluna apurou, cada gabinete receberia uma telefonista. Ainda não foi definido se o número de comissionados dos gabinetes seria diminuído com a chegada dos telefonistas - hoje, cada vereador pode indicar cinco comissionados.

Sem apontamentos

Para o atual presidente da Câmara, Rodrigo Simões (PDT), o estudo que está senso feito pela futura Mesa Diretora é válido, mas ele garante não ter recebido apontamentos do TCE. “Os auditores do Tribunal de Contas estiveram na Câmara e não foi falado nada sobre o atual número de servidores. De qualquer forma, em gestões anteriores foram feitos apontamentos sobre igualar o número de servidores com o de comissionados”, disse. 

Câmara sem Procurador

Outro concurso que a Câmara vai precisar realizar em 2018 é para o cargo de procurador do Legislativo. A vaga está em aberto desde outubro, quando o advogado Marcelo Vieira Ramos se aposentou. A Mesa Diretora que assume no ano que vem também avalia a necessidade de realizar concursos para cargos técnicos para os profissionais ajudarem o Legislativo na missão de fiscalizar o poder Executivo.


3 Comentário(s)

Comentário

Divaldo

Publicado:

É um acinte. A cidade passa por dificuldades financeiras e este trastes continuam a agir como se nada de ruim estivesse acontecendo. São na verdade produto da penúria particular que se acham no direito de usar o dinheiro do povo para satisfazer mordomias sonhadas que nunca conseguiram, particularmente, atender.

Comentário

Manoel

Publicado:

Ué !!!!! Não saiu uma Sentença Judicial há pouco tempo, diminuindo o números de cadeiras de vereadores para 22? Como se explica isso? O TC jamais faria um pedido para aumentar o número de servidores !!!!

Comentário

adjair

Publicado:

certim uma telefonista pra cada vereador afinal voce paga eleitor vira cabide também empresas demitindo políticos contratando na contra mao mas tire suas conclusões ELEITOR MANÉ