Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Eleições

Candidatura da chapa Paulo Skaf e Carla Basson é contestada na Justiça Eleitoral

No recurso, a candidata a deputada estadual Michelle Veneziani alega a desincompatibilização da tenente, ou seja, ela teria se afastado do cargo público que ocupava fora do prazo determinado pela Justiça Eleitoral

| FOLHAPRESS

Paulo Skaf é candidato ao governo do Estado. (Foto: Denny Cesare/Código 19)


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A candidata a deputada estadual pelo PSDB Michelle Veneziani da Silva Augusto entrou, na quarta-feira (12), com recurso contra a chapa da candidatura do Paulo Skaf (MDB) e da tenente-coronel Carla Danielle Basson Niglia para o Governo de São Paulo, que já estava deferida pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo).  

No recurso, Michelle Veneziani alega a desincompatibilização da tenente, ou seja, ela teria se afastado do cargo público que ocupava fora do prazo determinado pela Justiça Eleitoral.  

Segundo o recurso, a tenente exerceu cargo de comando dentro da Polícia Militar até 23 de julho de 2018. Pela lei eleitoral ficam inelegíveis os servidores públicos, estatutários ou não, dos órgãos ou entidades da administração direta ou indireta da União, dos estados, do Distrito Federal, dos municípios, dos territórios, inclusive fundações mantidas pelo poder público, que não se afastarem até três meses anteriores ao pleito.  

"É triste ver a tentativa de uso da Justiça Eleitoral pelo partido de Doria. Este recurso nada mais é do que jogo político, estamos confiantes de que a decisão unânime em favor da chapa Paulo Skaf e Carla Basson será mantida", informou em nota a assessoria de imprensa de Paulo Skaf. O MDB está recorrendo.

Veja também