Aguarde...

Esse ano votaremos nos

Eleições

Candidatos em Ribeirão Preto miram apoio de Bolsonaro

No entanto, outros postulantes ao Palácio do Rio Branco se colocam como oposição ao presidente; Veja o que pensa cada candidato

| ACidadeON/Ribeirao

Presidente da República, Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos/PR)
 
O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ainda não se manifestou publicamente sobre apoio a candidatos a prefeito em Ribeirão Preto, mas políticos da cidade buscam se aproximar da imagem do presidente.  


CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE POLÍTICA  

O coronel Luís Usai (PRTB), que é do mesmo partido do vice-presidente, Hamilton Mourão, tem publicado nas redes sociais imagens junto com o correligionário e, também, com o presidente Jair Bolsonaro. Outro que publica fotos do presidente nas redes sociais, é o candidato pelo PSL Rodrigo Junqueira (ele aguarda decisão judicial sobre sua candidatura).

A reportagem do ACidade ON procurou a assessoria de imprensa da presidência da República, questionando se Bolsonaro teria a intenção de declarar apoio a algum candidato na cidade. No entanto, não obteve retorno. 


Buscando apoio  

Enquanto isso, Usai afirma que já entrou em contato com o vice Hamilton Mourão, solicitando uma aproximação com o presidente. "Já mandei mensagem e estou aguardando resposta. Estou alinhado com o programa de governo dele", disse o candidato.  

Já Junqueira afirma que defende o presidente. "Nós apoiamos o Bolsonaro. Agora, o apoio do presidente será bem-vindo e será buscado", declarou o engenheiro, que afirma que irá esperar o momento certo para ir atrás do apoio de Bolsonaro. 

Enquanto isso, Gérsio Baptista (PMN), que declara ter pautas ligadas ao conservadorismo, assim como Bolsonaro, disse que não tem interesse de procurar o presidente, embora diga ser fã dele. "Meu pensamento é alinhado com que ele faz", declarou o candidato.  

  

Candidatos a prefeito (a) em Ribeirão Preto (Foto: arquivo)
Apoio em Ribeirão 

O prefeito Duarte Nogueira (PSDB), que busca a reeleição, afirmou que "não buscará apoio de ninguém que não seja eleitor na cidade", embora lembre que apoiou Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2018. Ele ainda disse que buscará ter boa relação com os governos estadual e federal.  

Reposta parecida do engenheiro Emilson Roveri (Rede), que admite ter discordâncias políticas com o presidente. Porém, afirmou que, caso eleito, não poderia ignorar o apoio do presidente à população de Ribeirão Preto. "Minhas discordâncias políticas em temas relevantes, não podem prejudicar os cidadãos da cidade", disse.  

A candidata Cris Bezerra (MDB), que tem como vice da chapa o Capitão Del Vecchio, de outro grupo do PSL, afirmou que vai respeitar a decisão de Bolsonaro em não apoiar candidatos na eleição. Mas, disse que é preciso dialogar com todos. "Nossa coligação é uma união de esforços por Ribeirão. Todos são bem-vindos", afirmou.  


Não querem passar perto
 
Enquanto candidatos brigam na internet para mostrarem estar mais alinhados com Bolsonaro, outros querem manter distância. O advogado Vanderley Caixe (PC do B) disse apenas que não pretende buscar esse apoio.  

Já Mauro Inácio (Psol), informou, por meio da assessoria, que nunca teria essa intenção. "Eu e meu partido, o PSOL, somos oposição ferrenha ao governo Bolsonaro e ao bolsonarismo", afirmou o professor, que disse ser a favor do "fora, Bolsonaro".  

O promotor aposentado Antônio Alberto Machado, candidato pelo PT, informou que conta com apoio da direção nacional do partido e que tem ao lado nomes como os ex-presidentes Luís Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Ainda disse que vai defender propostas baseadas no período que o PT governou o País e Ribeirão Preto. 
 
PT e outros partidos da esquerda devem buscar apoio de Lula (Foto: divulgação/PT)

Não responderam
 
Os candidatos Suely Vilela (PSB) e Fernando Chiarelli (Patriota) também foram procurados através de seus partidos, mas não responderam até a publicação da matéria. 


Opinião de especialista  

Para o publicitário e consultor em marketing político Laércio Ferreira, a busca pelo apoio do presidente Bolsonaro se assemelha a situação dos candidatos da esquerda que buscam dialogar com ex-presidente Lula.  

"O efeito Bolsonaro pode gerar surpresas, porque ele se expôs muito e as pessoas que gostam dele, gostam mesmo. Tiram foto, estão do lado, estão investindo, tivemos várias campanhas particulares tentando defender a figura do presidente", afirma o publicitário.

Mais do ACidade ON