Aguarde...

Esse ano votaremos nos

Eleições

SP tem decreto que considera igreja como serviço essencial

Determinação foi assinada pelo governador João Doria, nesta segunda-feira (1º de março); templos religiosos já funcionam na fase vermelha

| ACidadeON/Ribeirao

Decreto será publicado no Diário Oficial, nesta terça (2) (Foto: Reprodução/Pixabay)
 
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), assinou decreto nesta segunda-feira (1º de março) que considera as atividades religiosas como serviço essencial.   

No estado, os templos religiosos já podem abrir, mesmo nas fases mais restritivas do Plano São Paulo, que regulamenta o funcionamento dos estabelecimentos na quarentena. 
 
CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE A PANDEMIA DA COVID-19 

Para que possam receber os fiéis, os templos precisam ter a ocupação limitada dos acentos, distanciamento social, controle de temperatura dos fiéis, entre outros. O decreto deve ser publicado na edição de terça-feira (2) do Diário Oficial do Estado.  

"As igrejas, de qualquer religião tem um papel essencial", disse o governador em coletiva nesta segunda-feira.   

Em março do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) havia decretado que igrejas fossem consideradas atividades essenciais. Mas, por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), estados e municípios podem adotar normas mais restritas. 

Um protocolo sanitário com as normas que devem ser seguidas pelas igrejas e templos, de qualquer natureza, foi publicado pelo governo estadual no ano passado o documento pode ser conferido aqui.


Mais do ACidade ON