Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Especial Névio Archibald

Vereadores esperam definir situação da Mesa na próxima semana

Mais política: Justiça suspende licitação de construção de viaduto em Ribeirão e Legislativo discute uso de selos

| ACidadeON/Ribeirao

Eleição para a Mesa Diretora de Ribeirão Preto está prevista para o dia 28 de novembro (Foto: Murilo Badessa/EPTV)
Uma reunião do grupo da maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, o G-17, está marcada para a próxima terça-feira (5), para decidir como deve ficar a composição da chapa para disputa da Mesa Diretora no ano de 2020. A eleição para a Mesa está marcada para o dia 28 de novembro.  

"O grupo deve manter alguma coisa, mas elas devem mudar um pouco", disse o vereador Alessandro Maraca (MDB), que faz parte do G17. Outro parlamentar acredita que pode haver mudanças no acordo que prevê a candidatura de Fabiano Guimarães (DEM).  

Do outro lado
 
Enquanto isso, os vereadores que fazem parte do grupo da minoria na Câmara, o G-10, aguardam a definição do que vem do outro lado. Inclusive, há quem acredite que possa ser formada uma chapa com nomes dos dois lados.  

"Há quem especula a formulação de uma chapa com integrantes dos dois grupos", disse Renato Zucoloto (PP). "Por enquanto, não tem consenso. Isso é impossível", completou.   
 
Leia mais: 
Na era digital, Câmara já usou quase 90 mil selos em 2019

Selos
 
No último domingo (27), o DOC ON mostrou que os vereadores da Câmara de Ribeirão já usaram 90 mil selos em 2019, isso em plena era da internet. O assunto repercutiu no Legislativo. Inclusive, uma reunião no qual foram reunidos os 27 parlamentares, o assunto foi discutido na quinta.  

Contudo, os parlamentares chegaram ao consenso de que o número não é muito acima do que o utilizado em outros anos. Inclusive, eles argumentam que o TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) nunca realizou um apontamento do tipo para o Legislativo.  

Tanto faz
 
"Por mim, não vejo problema nenhum se parar (de entregar), se continuar", disse o vereador Orlando Pesoti (PDT), que comentou que os colegas só precisam tomar cuidado com o uso excessivo próximo ao período eleitoral.  

Renato Zucoloto, que junto com Boni (Rede), Luciano Mega (PDT) e Otoniel Lima (PRB), são os parlamentares que não fizeram uso do material no ano, comentou que o assunto tem que ser discutido, já que são feitas cobranças por parte da população. "Eu nunca usei o selo, mas cada qual sabe como usa. Mas, hoje, nós somos vitrine. Tudo o que você faz acabamos sendo cobrados pela sociedade", comenta.  

Leia mais:
Na era digital, Câmara já usou quase 90 mil selos em 2019
 

Suspenso
 
A 1ª Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto suspendeu a licitação para a construção do viaduto na Avenida Brasil com a Avenida Thomaz Alberto Whately, na zona Norte. O juiz Gustavo Muller Lorenzato acatou um pedido de liminar de uma das empresas concorrentes do certame, que questionou a atuação da empresa vencedora do processo.  

A Contersolo Construtora afirmou que a Autem Engenharia não teria preenchido o requisito de idoneidade econômico-financeira e fiscal para habilitação no certame. Assim, a Justiça determinou que a Autem apresente ao juízo a documentação necessária dentro do prazo de 10 dias, a partir da notificação.  

Análise
 
Por meio de nota, a secretaria de Obras Públicas informou que a licitação foi suspensa apenas para análise, e reforçou que não houve o cancelamento do processo licitatório. "A suspensão dos demais contratos não está sendo analisada e tampouco considerada", afirma.

Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON