Aguarde...

Especial Névio Archibald

Prefeitura de Ribeirão mira aporte de R$ 4,8 mi para a Transerp

Executivo alega que a Transerp teve queda de receita devido à pandemia do novo coronavírus; Projeto será votado na Câmara nesta terça

| ACidadeON/Ribeirao

Servidor foi exonerado da Transerp em 2017 (Foto: Silva Júnior/Especial-Arquivo A Cidade)

A Câmara de Ribeirão Preto discute na sessão da próxima terça-feira (2), projeto da Prefeitura para autorizar um aporte de R$ 4,8 milhões para a Transerp, empresa que gerencia o trânsito da cidade.

Segundo o projeto do Executivo, o repasse seria feito em três parcelas mensais de R$ 1,6 milhão. O dinheiro seria usado para manter em dia a folha de pagamento da empresa de economia mista.

Na justificativa da proposta, a prefeitura alega que a arrecadação da Transerp foi impactada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). As receitas da empresa, com multas de trânsito, Área Azul e estadia de veículos no pátio de guarda caíram de forma abruta devido ao isolamento social e à quarentena (clique aqui e veja o projeto na íntegra).


Polêmica

O projeto, no entanto, deve causar polêmica durante a votação desta terça. Na última sessão, realizada na quinta-feira (28), quando foi votada a urgência da proposta (a urgência permite a votação na sessão seguinte) já ocorreu muita discordância.

O vereador Marcos Papa (Cidadania), encaminhou contra a urgência alegando que precisaria de mais tempo para avaliar o projeto. Ele recebeu apoio de outros parlamentares.

No entanto, os vereadores governistas, André Trindade (DEM) e Rodrigo Simões (PSDB), conseguiram aprovar o pedido de urgência. A votação do projeto ocorre na sessão desta terça (2), a partir das 16 horas, por vídeoconferência.

Mais do ACidade ON