Aguarde...

Especial Névio Archibald

Câmara de Ribeirão rejeita aporte de R$ 4,8 mi à Transerp

Após mais de 2 horas e meia de discussões sobre a proposta, o placar terminou empato em 13 a 13, o que determinou a derrubada da proposta

| ACidadeON/Ribeirao

 

Confira como votou cada vereador
Em uma das votações mais apertadas desta legislatura da Câmara de Ribeirão Preto, os vereadores derrubaram, nesta terça-feira (2), o projeto da Prefeitura que previa um aporte de R$ 4,8 milhões para os cofres da Transerp.

Após mais de 2 horas e meia de discussões sobre a proposta - a sessão começou às 18h e acabou pouco depois das 22h - o placar terminou empato em 13 a 13, o que determinou a não aprovação da proposta. Bertinho Scandiuzzi (PSDB) não esteve na sessão desta terça, por isso, foram 26 votantes.

Os vereadores criticaram a falta de planejamento do Executivo para a situação - projeto chegou na quinta (28), foi pedida a urgência para votação, e a proposta foi para plenário na terça (2). O projeto ainda recebeu parecer contrário da Comissão Permanente de Finanças.

Na justificativa, a Prefeitura alegou que a pandemia do novo coronavírus provocou uma queda significativa nas contas da Transerp. Por isso, para manter a folha de pagamento em dia, seria necessário aprovar o aporte, dividido em três parcelas de R$ 1,6 milhão. 
 


Volta

A sessão desta terça-feira marcou o retorno dos vereadores ao plenário da Câmara após 2 meses de sessões por videoconferência. No entanto, foi dada a opção para os parlamentares do grupo de risco participarem por vídeo. Ao todo, 15 vereadores estiveram na Câmara e 11 participaram por videoconferência.

A capacidade do plenário, por questões de segurança, foi reduzida para 20%. Apenas funcionários da Transerp e comissionados dos gabinetes dos vereadores acompanharam as votações do dia no plenário.

Mais do ACidade ON