Aguarde...

Especial Névio Archibald

Câmara de Ribeirão Preto tem semana de despedidas

Legislativo de Ribeirão Preto entra no recesso Legislativo na quarta-feira, 23 de dezembro e só volta em 2021

| ACidadeON/Ribeirao

Câmara de Ribeirão Preto (Foto: Marcelo Fontes / ACidade ON)
 

A Câmara de Ribeirão Preto entra em recesso legislativo na próxima quarta-feira (23) e, com isso, treze parlamentares que ocupam uma cadeira na atual Legislatura se despedem das sessões ordinárias, por não terem conseguido a reeleição no último dia 15 de novembro.  


CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE POLÍTICA  


O recesso da Câmara termina no dia 2 de fevereiro de 2021, porém os parlamentares reeleitos voltam a se reunir para sessão solene no dia 1º de janeiro, junto com os oitos estreantes da Casa de Leis, para posse dos novos mandatos. No mesmo dia, serão escolhidos o presidente e os outros membros da Mesa Diretora para 2021.  

Embora ocorra o recesso legislativo, a administração da Câmara continua funcionando no período. 


Não ficam
 

Orlando Pesoti (PDT), Rodrigo Simões (PSDB), Marmita (Pros) André Trindade (DEM), Fabiano Guimarães (DEM), João Batista (PP), Marinho Sampaio (MDB), Jorge Parada (PT), Boni (Pode), Waldyr Villela (MDB), Nelson das Placas (PDT), Luciano Mega (PDT) e Paulinho Pereira (PSDB) são os vereadores que não ficam no próximo mandato.  


Outra despedida
 

Quem também está se despedindo, mas da função de presidente da Mesa Diretora, é Lincoln Fernandes (PDT), que já informou que vai apoiar Alessandro Maraca (MDB) na escolha do próximo presidente da Casa de Leis.  "Mesmo diante de todas as necessidades [causadas pela pandemia], a Câmara Municipal não deixou de trabalhar", afirma.   


Fica para próxima
 

Uma das promessas de Lincoln na frente do Legislativo era que todos os servidores comissionados contratados na Casa de Leis teriam de ter diploma de ensino superior, o que não aconteceu. O vereador afirma que vai apresentar um projeto de lei para que essa determinação seja implementada.  


Diplomados  


Diplomação para os eleitos em 2020 foi pela internet, sem solenidade (Foto: divulgação/CCS)
 

Na última sexta-feira (18), o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), o vice Daniel Gobbi (PP) e os 22 vereadores eleitos receberam os diplomas da Justiça Eleitoral. A diplomação, diferente de outros anos, aconteceu pela internet, por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).  


Conselho de Ética 

 

Na última semana, ao multar o vereador Luís França por litigância de má-fé, a juíza Luísa Helena Carvalho Pita, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto, também enviou a decisão para o Conselho de Ética da Câmara.  


O Conselho pode instaurar um procedimento de apuração, ou pode despachar para que a citação da Justiça seja arquivada. A administração da Câmara já foi intimada do ofício.   

 

França, ao discursar em plenário na sessão extraordinária de quinta-feira (17), disse que não iria falar da ação e da multa.

Leia mais: 
 Justiça multa vereador de Ribeirão por má-fé em processo




Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON