Publicidade

politica

Agência quer mudar cálculo para reajuste da água em Ribeirão

Proposta de novo modelo para o reajuste da tarifa de água em Ribeirão Preto será discutido em audiência pública

| ACidadeON/Ribeirao -

Atualmente, a tarifa de água é reajustada a partir da inflação (Foto: Denny Cesare/ Código 19)
 
A Ares-PCJ (Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), que regula os serviços prestados pelo Daerp (Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto), pretende mudar o cálculo do aumento da tarifa de água na cidade.  

Atualmente, a tarifa mínima em Ribeirão Preto é de R$ 21,60. O último aumento ocorreu em outubro de 2019, quando o reajuste da tarifa, a partir da inflação acumulada de 12 meses entre maio de 2018 e junho de 2019, foi de 4,01%.  

A Ares-PCJ é agência responsável entre outras atribuições, pela fixação do valor das tarifas de água, esgoto e serviços do Daerp. O acordo com a agência foi aprovado pela Câmara Municipal e concretizado pelo prefeito Duarte Nogueira (PSDB) em junho de 2018.  

A agência publicou um relatório que propõe uma nova resolução que estabelece a metodologia de cálculo para fixação de preços dos serviços de água e esgoto dos 58 municípios associados.  

No documento, a Ares-PCJ alega que atualmente não há uma metodologia-padrão para composição dos valores dos serviços prestados pelas empresas de saneamento, e que a atualização é realizada a partir do histórico de cada prestador a partir da inflação.  

Uma audiência pública foi marcada pela agência para o próximo dia 30 de setembro, entre 9h e 12h, para discutir o tema. A audiência será virtual pela plataforma Microsoft Teams.  

A participação na reunião é liberada para todos os interessados, que devem se inscrever por e-mail (audiencia@arespcj.com.br) até 23h59 do dia 28 de setembro. O interessado deve informar o nome completo, número de telefone e endereço eletrônico.


Mais notícias


Publicidade