Publicidade

politica

Gaeco investiga formação de cartel em licitações em Ribeirão

Corregedoria Geral do Município de Ribeirão Preto também abriu sindicância para apurar supostas irregularidades

| ACidadeON/Ribeirao -

Gaeco investiga a mesma empresa por irregularidades em outros municípios (Foto: Weber Sian/Arquivo ACidade ON)
 
O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do MP-SP (Ministério Público de São Paulo) investiga a suposta formação de um cartel de empresas em licitações da Prefeitura de Ribeirão Preto. 

LEIA MAIS - Prefeitura investiga irregularidades em contrato de R$ 3 milhões
 
O caso foi publicado pela Corregedoria Geral do Municipal, que também abriu uma sindicância para apurar o caso. Tanto a investigação do MP-SP, quanto à investigação da prefeitura seguem em sigilo. O Gaeco foi procurado, mas não se manifestou até a publicação da coluna.  

Licitação de softwares
 
Segundo a prefeitura, as supostas irregularidades teriam sido cometidas por uma empresa para contratação de softwares, que não teve o nome divulgado, e que também é investigada por formação de cartel em outras cidades. Questionada, a administração municipal não informou se empresa chegou a ganhar uma licitação em Ribeirão Preto.  

"Contribuição"
 
O executivo afirma que não há nenhuma acusação contra a administração municipal e que a apuração por parte da Corregedoria tem o intuito de contribuir com as investigações do Gaeco.   

A sindicância investigativa instaurada pela Corregedoria tem 30 dias para ser concluída, mas pode ser prorrogada por igual período.
 
Prefeitura de Ribeirão Preto diz que não há acusação contra administração municipal  (Foto: Arquivo / ACidade ON)


Mais notícias


Publicidade