Publicidade

politica

Câmara pede que MP compartilhe informações no caso Zerbinato

Conselho de Ética da Câmara de Ribeirão Preto decide prosseguir com as investigações sobre suposto caso de rachadinha

| ACidadeON/Ribeirao -

Vereador Sério Zerbinato (Foto: Divulgação/Câmara Ribeirão)
 
O Conselho de Ética da Câmara Municipal de Ribeirão Preto encaminhou um ofício para o MP-SP (Ministério Público de São Paulo) solicitando cópia das oitivas das testemunhas ouvidas pela promotoria na ação civil pública instaurada contra o vereador Sérgio Zerbinato (PSB), acusado de participar de um supostos esquema de "rachadinha".  

LEIA MAIS - MP pede cassação de vereador de Ribeirão por esquema de rachadinha  

A ação para compartilhamento de informações já havia sido adiantada pelo acidade on na última semana - clique aqui e saiba mais.  

Os vereadores se reuniram na tarde desta terça-feira (11), após o promotor Sebastião Sérgio da Silveira pedir a cassação do vereador por improbidade administrativa, em processo que tramita na 2ª Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto.  

Não há prazo para o envio da documentação por parte da promotoria, embora os integrantes do Conselho de Ética esperam que o material colhido pelo MP-SP seja entregue com urgência, por conta do prazo para conclusão da apuração no Legislativo.  

Após o compartilhamento das informações, os vereadores vão voltar a analisar o caso.  

Defesa pede arquivamento  

O advogado Paulo Roberto Franchi, que defende o vereador Sérgio Zerbinato, pediu o arquivamento do processo administrativo da Câmara. Ele considera que "há falta de procedibilidade" dos três pedidos de investigação do suposto caso de rachadinha protocolados no Legislativo.  

Mais cedo, Zerbinato afirmou, por meio de nota, que as denúncias "são parte de uma armação política". "Encabeçada por gente que tem interesse direto em minha cadeira na Câmara Municipal", afirmou. 
 
Vereador Sério Zerbinato na reunião do Conselho de Ética (Foto: Allan S. Ribeiro/Câmara Ribeirão)



Mais notícias


Publicidade