Publicidade

politica

Saiba como estão as investigações dos casos Zerbinato e Duda

Dois vereadores de Ribeirão Preto começaram 2022 com investigações por supostas irregularidades cometidas; Veja como anda cada caso

| ACidadeON/Ribeirao -

Duda Hidalgo e Sergio Zerbinato (Foto: Câmara Ribeirão/Divulgação)
 
Os vereadores Sérgio Zerbinato (PSB) e Duda Hidalgo (PT) respondem por supostas irregularidades. Os dois processos tramitam no Conselho de Ética da Câmara de Ribeirão Preto.  

No caso de Zerbinato, que é acusado de participar de um caso de "rachadinha", Ministério Público de São Paulo protocolou na Justiça uma denúncia por improbidade.  

A vereadora Duda é investigada por uso irregular do carro oficial de seu gabinete no último ano. A Câmara Municipal apura se a parlamentar utilizou o veículo para participar de atividades partidárias.  

A coluna preparou um passo a passo de como anda cada um dos casos. Confira.  

Caso Zerbinato
  
Vereador Sério Zerbinato (Foto: Divulgação/Câmara Ribeirão)

Na última segunda-feira (10), o promotor Sebastião Sérgio da Silveira protocolou uma ação civil pública contra o vereador Sérgio Zerbinato por suposto esquema de "rachadinha", no qual uma parente do parlamentar teria recebido de volta parte dos salários pagos a uma ex-assessora no período entre janeiro e agosto de 2021.  

Na denúncia obtida pelo acidade on, o promotor afirma que no período entre 4 de janeiro e 3 de agosto de 2021, Zerbinato "auferiu vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de mandato de vereador". 
 
Na última semana, a juíza Lucilene Aparecida Canella de Mello abriu prazo de 30 dias para que a defesa do vereador conteste a denúncia.  

No Conselho
 
Já no Conselho de Ética da Câmara a investigação tem como relator Brando Veiga (REP), que na última semana encaminhou ofício para que o MP-SP compartilhe as oitivas das testemunhas ouvidas no caso. Após esta etapa, os membros do Conselho vão voltar a se reunir para analisar o prosseguimento ou não da apuração interna.  

Na última terça-feira (11), Zerbinato disse que as denúncias "são parte de uma armação política". "Encabeçada por gente que tem interesse direto em minha cadeira na Câmara Municipal". No processo que tramita na Câmara, a defesa do vereador pediu o arquivamento da investigação.  

Audiência cancelada
 
Durante o inquérito aberto pelo MP-SP para investigação do caso, a audiência que iria ouvir o vereador Sérgio Zerbinato foi cancelada. Isso porque, o promotor responsável pelo caso entendeu que o parlamentar não deveria ser obrigado a falar nesta etapa de investigação.  

A decisão se deu após o advogado do vereador pedir a transferência da data da oitiva para após a apresentação da defesa para o Conselho de Ética da Câmara. Com isso, o depoimento de Zerbinato ficou reservado para a 2ª Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto, que analisa se acata ou não a denúncia da promotoria.  

Caso Duda
  
Vereadora Duda Hidalgo (PT) (Foto: Thaisa Coroado / Câmara)

O Conselho de Ética da Câmara ainda não tem previsão para início das oitivas das testemunhas arroladas pela vereadora Duda Hidalgo (PT), no caso em que a parlamentar é investigada por suposto uso irregular do carro oficial.  

Segundo o vereador Renato Zucoloto (PP), ainda são aguardadas as respostas dos ofícios enviados para a comissão para acesso à imagens de câmeras de segurança que podem comprovar que o carro oficial foi utilizado nos dias e locais indicados pela denúncia analisada pelo Legislativo.  

Segundo o vereador, uma das imagens aguardadas é a do sistema Detecta, da Polícia Militar. "Para que a gente possa dar início às oitivas, muito embora não seja imprescindível, seria melhor se já tivesse formulada a prova acusatória. Ou seja, se há provas, se não há provas", disse.  

Assim como Zerbinato, Duda afirma que sofre perseguição política e diz que não cometeu nenhuma irregularidade.  

"Não serei intimidada por esses ataques. A ordem política de nossa cidade não contava com nossa eleição e com nossa postura firme na Câmara. Mas não é a eles que estou representando e sim quem quer fazer da política uma ferramenta da transformação! Seguimos firmes: um mandato combativo a serviço do povo ribeirão-pretano!", escreveu em postagem nas redes sociais.

Publicidade