Aguarde...

Cotidiano

Em carta ao Papai Noel, criança pede material escolar e roupas para os irmãos

Família composta por 12 pessoas mora em um assentamento próximo ao Jardim Novo Mundo, na Rodovia Domingos Innocentini

| ACidadeON/São Carlos

Rafaela Cristina Jardim ao lado do irmão Vanderson Davi da Silva Fontes. Foto: ACidade ON São Carlos

A necessidade extrema e a angústia foram os sentimentos que fizeram Rafaela Cristina Jardim, de 13 anos, escrever uma cartinha ao Papai Noel pedindo roupas e material escolar para seus irmãos. A família, composta por 12 pessoas, mora em um assentamento próximo ao Jardim Novo Mundo, na Rodovia Domingos Innocentini, em São Carlos.  

No pedaço simples de papel retirado de um caderno velho e deixado nos Correios por uma vizinha, Rafaela e seu irmão Vanderson Davi da Silva Fontes, de 4 anos, relatam as dificuldade que passam: sem água encanada, convivendo com a poeira e sujeira, distantes dos serviços públicos do município por falta de transporte e sem assistência.  

"Eu escrevi a cartinha pedindo para Deus tocar no coração de alguém para ajudar a gente. A gente precisa, fico muito triste com isso, me dói o coração", disse Rafaela, aos prantos.  

A dona de casa e mãe, Claudineia Aparecida Fontes, contou que muitas vezes os filhos tiveram que levar os materiais em sacolas plásticas ou até deixá-los na escola. Além disso, eles estão em fase de crescimento e "perdendo" as poucas peças de roupas que possuem.  

"Eles já não usam uniformes porque não tenho dinheiro para comprar nem a camiseta, e agora já estão sem roupas para irem à escola. É uma situação que eu não desejo para ninguém, e estou lutando para que eles não desistam da escola porque eles precisam estudar e se formar para serem alguém na vida", disse ela, bastante emocionada.   

Em carta ao Papai Noel, criança pede material escolar e roupas para os irmãos. Foto: ACidade ON São Carlos

Dificuldades e ajuda  

Na semana passada, Rafaela passou por uma cirurgia no apêndice. Porém, durante essa semana, apresentou algumas complicações que se deram por conta do local onde mora. Ela precisou ser internada novamente, enfrentando mais uma cirurgia.  

Agora, a menina e os familiares estão em uma casa no Residencial Abdelnur para sua recuperação. O local não tem geladeira ou fogão e as dificuldades são ainda maiores, já que a criança precisa também de medicamentos, que já estão acabando.  

"Estamos com dificuldades, não tenho condições de ficar com ela em nossa casa porque se precisar de um hospital, preciso pedir carona na pista para conseguir. O médico também disse que era para dar mais frutas para ela se recuperar bem. Mas como vou comprar frutas se não tenho condições?", desabafou a mãe.  

Além de todas as dificuldades, a avó de Rafaela teve um AVC (Acidente Vascular Cerebral) recentemente e está sem conseguir andar devido às sequelas. Dos 12 moradores, somente o pai e o cunhado trabalham fazendo bicos pela cidade, mas sem renda fixa. Assim, a família sobrevive de doações e do bom coração de outras pessoas.  

"A coisa mais difícil da vida é ver meus filhos pedindo alguma coisa e eu não poder dar. Recebemos algumas doações há um tempo e acabei compartilhando com outras famílias necessitadas do assentamento, agora não sei até quando vai durar a nossa comida, e esse é o pior sentimento. Mas eu ainda acredito nas pessoas e tenho esperança de quem puder me ajude", concluiu Claudineia.   

Os interessados em ajudar a família podem entrar em contato com a mãe pelo celular (16) 99630-9446.    

Em carta ao Papai Noel, criança pede material escolar e roupas para os irmãos. Foto: Divulgação

Mais do ACidade ON