Aguarde...

Cotidiano

São Carlos atinge a segunda maior média móvel de novos casos

Com 78 de média, município beira o pico registrado em dezembro; governador decidiu antecipar para sexta-feira (15) a atualização do Plano São Paulo

| ACidadeON/São Carlos

São Carlos registrou a segunda maior média móvel de novos casos, diz Seade (Foto: Leopoldo Silva/Agência Brasil)
São Carlos atingiu, na quarta-feira (13), a segunda maior média móvel diária de novos casos na pandemia do novo coronavírus. Segundo o Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), média diária chegou a 78. Ontem a cidade chegou a 75% de ocupação dos leitos de UTI operados pelo SUS.

O órgão do governo do Estado realiza diariamente a as atualizações de número de casos e mensura a média em cima dos dados fornecidos pelo Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo e Secretaria de Estado de Saúde.  

A maior média diária de São Carlos foi atingida em 23 de dezembro, quando chegou a 80. O município nunca tinha atingido números tão altos, mesmo nos piores momentos da pandemia no Brasil, entre julho e setembro.  

Segundo a fundação, a cidade está em uma escalada de crescimento de novos casos iniciada em meados de novembro. Naquele mês, porém, a média não ultrapassada 40 diários. Em dezembro, o patamar do número de casos aumentou para cerca de 50 em dezembro. O pico naquele mês fora de 80, em 23 de dezembro, o maior número desde o começo da pandemia. Desde então, São Carlos tem desenhado uma trajetória inconstância nos números até chegar a 78 na terça.  

O Covid-19 Info Tracker também traz atualizações diárias dos indicadores epidemiológicos da cidade. São Carlos ocupa a 13ª colocação no ranking de cidades com maiores altas do número de mortos por Sars-CoV-2 e suas complicações. A cidade teve aumento de 6,58% no número de mortes nos últimos sete dias. Até a quarta-feira, a cidade havia contabilizado 81 vítimas, contra 76 na semana anterior.  

A ferramenta foi desenvolvida pela Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (Cemeai).  

O número de casos de Covid-19 na cidade cresceu 6,47% na comparação de quarta-feira com sete dias anteriores. Até ontem eram 6.931 casos confirmados, contra 6.510.  

Nesta quinta-feira, o secretário de Saúde, Marcos Palermo, demonstrou preocupação com o aumento do número de casos. O atendimento no covidário, unidade especial de saúde criada para receber moradores com síndrome gripal, já está em uma média diária de 180 pacientes.  
Amanhã, sexta-feira (15), o governo do Estado irá divulgar a nova reclassificação do Plano São Paulo. A antecipação acontecerá de forma extraordinária, para atender a emergência da alta de número de casos em regiões paulistas.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON