Aguarde...

Cotidiano

Estado vai ativar 500 novos leitos de UTI e enfermaria para Covid-19

Medida inclui leitos em serviços de saúde estaduais, municipais e conveniados ao SUS; DRS-3 será atendida pela medida

| ACidadeON/São Carlos

Leitos para tratamento de Covid-19 no Hospital Sorocabana, na Zona Oeste de São Paulo. Foto: Reprodução/TV Globo

O Governo do Estado de São Paulo anunciou a ativação de 500 novos leitos para o combate à pandemia de Covid-19. O Departamento Regional de Saúde de Araraquara (DRS-3) está entre as regionais que serão atendidas pela medida. 

Ao todo, 339 leitos são de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e outros 161 são de enfermaria a partir de segunda-feira (8). Todos serão abertos em hospitais estaduais, municipais e vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS) 

A finalidade é garantir atendimento aos pacientes graves e fortalecer a rede em regiões que apresentam elevação das taxas de ocupação. "Os leitos serão ativados gradualmente a partir do dia 8 de março para reforçar o sistema público de saúde no estado. Vamos enfrentar nas duas próximas semanas as duas piores semanas da pandemia no Brasil desde março do ano passado", disse Doria.  

Leia mais:  

SP recebe lote com 8,2 mil litros de insumo da vacina CoronaVac 

DRS-3 completa uma semana com ocupação de UTIs acima de 90%

Os novos leitos serão ativados no decorrer do mês, auxiliando na absorção da demanda dos casos de Covid-19 em unidades hospitalares da Grande São Paulo, Campinas, Araçatuba, Araraquara, Piracicaba, Marília, Presidente Prudente e Litoral Norte. 

A expansão é fruto do mapeamento e análise técnica das capacidades estruturais de cada hospital, aliado ao monitoramento do cenário da Covid-19 no território, visando salvar vidas e assegurar atendimento igualitário à população. 

"Estamos monitorando diariamente a situação nas regiões e em todo o Estado para reforçar a rede hospitalar para enfrentar o recrudescimento da pandemia. Para fortalecer o SUS paulista decidimos ampliar os leitos para continuar garantindo assistência a todos que precisarem", afirma o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn. 

No período pré-pandemia, o SUS de SP já contava com 3,5 mil leitos de UTI. Com a mobilização de todos os gestores públicos, será possível passar para mais de 8,8 mil leitos do tipo.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON