Aguarde...

Cotidiano

Prefeitura estuda novo acesso para a região do Cidade Aracy

Nova passagem deve integrar a região da Faber-Castell com o Jardim Cruzeiro do Sul, com descida pela "serra"

| ACidadeON/São Carlos

Cidade Aracy pode ganhar novo acesso. Foto: ACidade ON São Carlos
A região do Cidade Aracy vai ganhar um novo acesso. A obra, cuja estimativas preliminares superam os R$ 6 milhões, está em estudos iniciais conduzidos pela Prefeitura de São Carlos.

A ideia das autoridades municipais é estender a Avenida Dr. Heitor José Reali até a Morumbi. A partir de então, a uma nova via margearia a região do Jardim Cruzeiro do Sul e o cemitério do Jardim da Paz. A ideia é "desembocar" na rotatória da Avenida Integração, no acesso à Regit Arab, no Cidade Aracy. "É um local bastante íngreme ali, mas o projeto está sendo executado, temos os resultados preliminares e é perfeitamente possível, factível a obra", conclui. 
 
Leia também 
Nova Praça Itália será entregue até início de junho, diz Coca Ferraz
 
ANTT libera desapropriações para Rumo construir novos viadutos

Segundo o secretário, a obra é complexa, mas necessária. O fluxo intenso de veículos pela Integração, na "Serra do Aracy" justificaria o investimento. Segundo Ferraz, a região representa ¼ da população de São Carlos e pode crescer ainda mais com a inauguração do Residencial Vida Nova, que acrescentará mais 500 moradias. Em um cálculo de quatro moradores por casa, a população da região seria acrescida de 2.000 pessoas.

Caso a prefeitura entenda pela viabilidade do projeto, a ideia é realiza-lo em algumas etapas. O primeiro já está garantido, pelo menos financeiramente. É a construção do viaduto da Heitor Reali sobre a Morumbi, que será "bancada" pela Rumo Logística. A intervenção faz parte de um pacote milionário que a concessionária prepara para gastar na cidade, que inclui a nova passagem da Praça Itália e a duplicação do viaduto 4 de Novembro.

O projeto de nova ligação para o Cidade Aracy tem alguns obstáculos, todavia. Há ainda de ser liberada área da Faber-Castell e desapropriações de terrenos que vizinhos ao Jardim Cruzeiro do Sul. Os desafios, porém, ficam pequenos perto do verdadeiro paredão que deve ser enfrentado. É a descida para o Cidade Aracy que conta ainda com voçoroca a ser sanada. O secretário estima R$ 1 milhão para a construção da avenida na altura do Cruzeiro e outros R$ 5 milhões para o trecho de descida.

"Imagina a pessoa estar no Cidade Aracy e poder rapidamente acessar a região da Getúlio Vargas, região do CDHU, inclusive indo para o Centro. Isso facilita bastante o acesso para a região central", comenta.

Além de ter potencial para desafogar o trânsito da Integração, a nova via teria outros reflexos positivos, com distribuição do tráfego. Seriam impactados ainda a rotatória da Praça Itália, e a passagem pela Rua da Paz, no CDHU. O trânsito pela Rodovia Vicente Botta (SP-215) também seria beneficiado. Em fase inicial, o projeto não tem prazo de início, tampouco conclusão.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON