Aguarde...

Cotidiano

Determinação judicial impede realização de carreata pró-Bolsonaro, diz Prefeitura

Administração recebeu pedido de autorização de manifestação, mas Departamento de Fiscalização negou baseado em liminar do ano passado

| ACidadeON/São Carlos

Carreata do Trabalho foi realizada em São Carlos. Foto: Maicon Ernesto/Radio Sanca
Uma carreata pró-Bolsonaro programada para o sábado (1º), Dia do Trabalho, pode não acontecer por conta de decisão judicial proferida no ano passado.

Segundo a Prefeitura, os responsáveis pela organização do evento protocolaram pedido de autorização de evento, mas o Departamento de Fiscalização "por força de sentença judicial comunicou o indeferimento do pedido a bem da saúde pública e para evitar qualquer tipo de aglomerações". 

O secretário de Segurança Pública, Samir Gardini, disse que, caso a carreata ocorra mesmo com o indeferimento do pedido feito ao Departamento de Fiscalização da Prefeitura, "caberá ao município apenas documentar, registrar através de fotos e vídeos, elaborar um relatório circunstanciado que será encaminhado à Procuradoria Jurídica do Município e, na sequência, ao Ministério Público".   

Disse ainda que a Polícia Militar deve acompanhar os manifestantes. A Guarda Municipal e agentes de trânsito também poderão apoiar para garantir a fluidez do trânsito.  

Condenação

Em junho do ano passado, a Vara da Fazenda de São Carlos condenou os organizadores da Carreata do Trabalho, evento realizado em abril em favor da reabertura do comércio.

A juíza Gabriela Muller Carioba Attanazio, na época, proibiu a realização de passeatas, carreatas ou manifestações ou qualquer outro comportamento indevido que implique em aglomeração de pessoas.

Na decisão, a magistrada também determinou que a Prefeitura realize a fiscalização para "proibir e debelar imediatamente" a realização, com o auxílio da Polícia Militar.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON