Publicidade

cotidiano

Após 17 meses, rede municipal retoma ensino presencial em São Carlos

Retorno das atividades ainda divide opiniões entre pais e alunos; nesta segunda-feira (30) retornaram alunos do ensino fundamental

| ACidadeON/São Carlos -

 

Escolas municipais retomam atividades presenciais em São Carlos. Foto: CBN

A rede municipal retomou o ensino presencial do 1º ao 9º ano nesta segunda-feira (30), em São Carlos (SP). A cidade havia suspendido as atividades presenciais em 23 de março de 2020 e chegou a retornar apenas de forma remota para os alunos. 

Na Emeb Carmine Botta, 12 professores que completaram o esquema vacinal voltaram às atividades em esquema de revezamento entre os alunos. Hoje, estão na escola 28 alunos de 8 e 9 anos. A faixa etária conta com 40 no total. 

A unidade trabalha com 35 docentes e o objetivo é aumentar conforme a volta dos professores, que está autorizada mediante a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19. 

Para o retorno, a diretoria da unidade realizou um questionário online, onde 430 alunos disseram que querem voltar presencialmente. A escola conta com 1.010 estudantes. 

Nesta segunda-feira, as unidades registraram aumento da procura dos pais para informações sobre o retorno, incluindo esclarecimentos sobre os protocolos e segurança para alunos e professores.  


Dividindo opiniões
A rede municipal conta com o ensino infantil e fundamental, que contempla crianças de 0 a 15 anos de idade. Destes, apenas adolescentes acima de 12 anos serão, neste momento, vacinados contra a Covid-19. 

Mas a preocupação com a segurança dos alunos e o atraso causado para muitos pelo ensino remoto ainda divide opiniões em relação ao retorno presencial. 

"Achei até melhor porque não entendia muitas coisas das aulas online, e agora acho bem melhor. Por exemplo, na aula de matemática não entendia quase nada, mas agora está bem melhor. Fiquei tranquilo [com o retorno], a minha mãe só falou para ter cuidado e higienizar as minhas coisas", comentou João Pedro da Silva, aluno do 9º ano. 

A filha da balconista Josiane Dorta também quer voltar para a escola, mas a mãe prefere esperar mais um pouco e entender os protocolos de segurança antes de enviar a filha. "Optei por não voltar por enquanto por estar recente, vamos esperar melhorar mais um pouco e ela vai voltar. Ela está acompanhando as aulas online, mas quer voltar. É mais por segurança mesmo", comentou.  

Veja mais notícias de São Carlos e região clicando aqui

Histórico
As aulas foram oficialmente suspensas em toda a rede de ensino infantil e fundamental no dia 23 de março de 2020, mesma data em que o ensino da rede estadual também foi paralisado. Desde então, o ensino chegou a ser remoto no ano passado, e agora passa a ser híbrido, já que as atividades online serão mantidas para os alunos que optarem por não retornar presencialmente.  

Neste mês, vão funcionar dez Escolas Municipais de Educação Básica (Emebs) e uma escola municipal para atender alunos do Ensino de Jovens e Adultos (EMEJA). Para as próximas faixas etárias, o retorno segue gradual. No dia 27 de setembro está marcado o retorno de mais de 8,7 mil crianças de 3 a 6 anos dos 35 Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs). Já a volta dos mais de 3,8 mil bebês e crianças até 3 anos de 25 CEMEIs está previsto para 18 de outubro.

Neste momento, a cidade atua presencialmente com o ensino fundamental, médio e EJA, tanto municipal quanto estadual, além do ensino superior e das atividades em cursos técnicos, principalmente os voltados à área da saúde. Entre os protocolos estão o uso obrigatório de máscara, distanciamento mínimo de 1 metro entre as cadeiras, medição de temperatura e uso de álcool em gel. 

Mais notícias


Publicidade