Publicidade

cotidiano

ON Explica: mudança de tempo agrava problemas respiratórios

Segundo o médico Flavio Arbex, independente dos sintomas é importante realizar o teste da Covid-19 para eliminar a possibilidade da doença

| ACidadeON/São Carlos -

Mudança de tempo agrava problemas respiratórios. Foto: Reprodução

A mudança repentina no clima impacta diretamente na saúde da população, principalmente em quem sofre com problemas respiratórios. Em São Carlos (SP), o tempo seco e abafado tem atrapalhado a vida dos moradores e dificultado a respiração.

Mas em tempos de pandemia, a junção de sintomas gripais, a variante Delta e os reflexos climáticos ainda gera inseguranças e dúvidas. Qual é a diferença de sintomas? Como saber se estou com gripe ou crises alérgicas? Quando devo procurar um centro de atendimento para Covid-19? Quais cuidados eu preciso tomar para não ter complicações?

Esses são questionamentos comuns, mas nem por isso merecem menos atenção. Para o médico pneumologista Flavio Arbex, o mais importante é estar com o caderno de vacinação em dia e não interromper o uso de medicações sem orientação médica, em caso de doenças respiratórias.

Outras dicas de ouro, segundo Arbex, são colocar toalha úmida na janela para evitar a entrada de poluição durante a noite e espalhar bacias com água nos cômodos. O uso do umidificador também precisa de restrições.

"O ideal seria colocar duas ou três horas antes de dormir, para dar uma modificada no quarto, se não fica muito úmido. Lembrar de limpar esse umidificador para não espalhar sujeira e poeira para o ar. Limpar o filtro do ar-condicionado também é importante porque ele sujo pode, além de ressecar o ar e o ambiente, espalhar sujeira que esteja no filtro. Evitar exercício intenso entre as 10h e 16h, que também é uma área mais quente e seca, e sempre se manter hidratado. A hidratação é fundamental", explicou.

Os sintomas respiratórios causados pelo tempo seco ou pela Covid-19, principalmente para quem tem doenças respiratórias, são praticamente os mesmos: coriza, ardência na garganta e nos olhos, piora da tosse e piora da falta de ar.

"A variante Delta pode dar sintomas comuns de resfriado também, coriza, dor de garganta, febre, então o que poderia diferenciar um pouco são sintomas mais sistêmicos da Covid, que são dor no corpo e febre. O que tem que chamar bastante atenção é que as pessoas estão em dúvida se estão com coriza, se estão com dor de garganta", disse Flavio Arbex.

Segundo o médico, mesmo entre idas e vindas, sintomas e complicações, não há dúvidas de que o mais importante é testar. "Vale muito mais a pena garantir que essa pessoa não está com Covid do que ficar apostando que é só uma mudança de tempo. Muitas vezes já peguei pacientes que acharam que eram só sintomas de rinite, descompensação por causa do tempo, de alergia, e na verdade era Covid", finalizou.

Mais notícias


Publicidade