Publicidade

cotidiano

São Carlos: Mil pessoas deixaram de tomar a segunda dose desde segunda (15)

Em balanço do Vacivida divulgado na manhã desta quarta-feira (15) pela Prefeitura de São Carlos, o total de faltosos era de 11.538

| ACidadeON/São Carlos -

Vacina AstraZeneca (Foto: Myke Sena/MS)
Em dois dias mais de mil pessoas deixaram de comparecer aos postos de vacinação para receber a segunda dose do imunizante contra a Covid-19 em São Carlos;

Em balanço do Vacivida divulgado na manhã desta quarta-feira (15) pela Prefeitura de São Carlos, o total de faltosos era de 11.538. Na última segunda (13), a soma era de 10.522.

A recomendação de especialistas, organizações e autoridades sanitárias é que a população cumpra o calendário vacinal e compareça aos postos para receber a segunda dose do imunizante, ou a terceira no caso de grupos específicos. A imunização só é completa quando o esquema vacinal é integralizado.

Entre as faixas etárias, a de 50 a 59 anos é a que mais furou com o esquema vacinal nos últimos dois dias, com 436 faltosos. Na sequência, os de 20 a 29 anos, com 402. Os dois grupos são os que mais deixaram de comparecer em toda a campanha de vacinação. Juntos somam 7.860 pessoas, ou quase 70% do total.

Apesar de ser crescente em algumas faixas etárias, em outras houve redução do contingente de faltosos. São os casos de 30 a 39 anos (- 19 na última atualização) e 80 a 89 anos (- 1).

O relatório do Vacivida ainda mostra aumento de faltosos em todas as vacinas, mas com predomínio entre os que receberam a Coronavac no braço. Apesar de ser responsável por 36% das primeiras doses na região, o imunizante sino-brasileiro soma 6,7 mil faltosos, ou 58% do total.

A Astrazeneca/Fiocruz soma 4,3 mil faltosos, ou 37,7% do total, e Pfizer, com 474 doses que deixaram de ser aplicadas, ou 4,1%.

Dentre os grupos de atendimento, a população em geral grupo sem comorbidade, deficiência ou fora da faixa etária idosa é a mais numerosa, com 9.266 faltosos (80,3%). Pessoas com comorbidades (841) e idosos (890) vêm na sequência.

Mais notícias


Publicidade