Publicidade

cotidiano

São Carlos soma 125 casos de dengue em 2021

A dengue tem amplo espectro de sintomas, mas os mais comuns são a febre alta, erupções cutâneas e dores musculares e articulares

| ACidadeON/São Carlos -

Mosquito Aedes aegypti é o tranmissor da zika, dengue e chikungunya
São Carlos (SP) somou 125 casos de dengue em 2021. Do total de confirmações, 93 casos foram de transmissão local, chamado de autóctone pelas autoridades, e 32 importados. Segundo a Prefeitura, foram feitas 493 notificações da doença.

No ano passado, o município contou 640 casos positivos da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Dados oficiais mostram, ainda, 1.638 notificações, com 975 casos descartados. Dentre os positivos, 582 são autóctones e 58 importados.

A Vigilância Epidemiológica também divulgou os números de outros arbovírus, tipos de vírus que são transmitidos por artrópodes hematófagos, como o Aedes. Não houve registro de chikungunya, apesar de 19 notificações todas descartadas, febre amarela (com uma notificação), e zika (com duas notificações). No ano passado, não houve registro destas doenças.

O controle do Aedes aegypti pode ser feito pela própria população, com a eliminação de potenciais focos, como objetos que podem juntar água, pneus e bacias nos quintais. O mosquito da dengue ainda pode procriar em objetos pequenos, como tampas de garrafa, e locais de difícil acesso, como calhas.

A dengue tem amplo espectro de sintomas, mas os mais comuns são a febre alta, erupções cutâneas e dores musculares e articulares. Nos casos graves há hemorragia intensa e choque hemorrágico, o que pode levar o paciente à morte.

Mais notícias


Publicidade