Publicidade

cotidiano

Coca Ferraz aponta 'velocidade' como maior problema no trânsito de São Carlos

Secretário também garantiu que haverá ampliação do sistema cicloviário, já que o número de ciclistas aumentou consideravelmente na cidade

| ACidadeON/São Carlos -

Movimento no Centro de São Carlos (SP). Foto: ACidade ON

Entre os dias 18 e 25 de setembro é celebrada a Semana Nacional de Trânsito, com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre um trânsito mais seguro. Em São Carlos (SP), para o secretário Coca Ferraz, de Transporte e Trânsito (SMTT), o maior problema na temática é a velocidade.

De acordo com o secretário, dirigir utilizando o celular também é uma das situações que mais geram acidentes, mas a questão da velocidade ainda lidera e chama atenção, principalmente quando envolve os motociclistas.

"Nós temos que atuar de forma a fazer com que os motoristas andem com a velocidade moderada, respeitando os limites legais das vias, sobretudo, com relação aos motociclistas. Quando você bate, tem um acidente com o carro, tem a proteção do cinto, da lataria, mas quando se trata de uma motocicleta você não tem essa proteção, é como se fosse um atropelamento, você bate direto no corpo do motociclista", disse.

Outra questão que também chama atenção quando se fala em trânsito é o aumento de ciclistas na cidade, seja por hobbie ou para atividades do cotidiano, o que também causa preocupação pela falta de ciclovias.

De acordo com o secretário, na primeira gestão do prefeito Airton foi necessário dar atenção para problemas mais graves em relação ao sistema viário e de trânsito, mas nesta gestão há promessa de ampliação no sistema cicloviário.

"Estamos com o plano de mobilidade em desenvolvimento e essa questão vai ser muito bem tratada neste mandato do prefeito Airton Garcia. É importante, a bicicleta já era usado com uma certa intensidade, passou a ser mais usado, tanto para trabalho e escola como também para motivos de lazer, a gente tem que respeitar", comentou.

Os problemas relacionados à acessibilidade também devem ser estudados no plano de mobilidade, e segundo Ferraz, agora também entra em pauta o transporte de pessoas com deficiência.

"A questão da pessoa com deficiência, com restrição de mobilidade, é primeiro o rebaixamento de vias nas esquinas, e São Carlos fez um grande progresso desde as gestões passadas, então já tem nas esquinas principais essa questão do rebaixamento da via. Outra questão que temos é o transporte de pessoas com deficiência, para que elas possam se deslocar de suas casas aos seus locais de tratamento. e é sempre uma preocupação que temos", finalizou.

Programação
Neste ano, em decorrência da pandemia, a prefeitura não terá programação especial para a data. Contudo, segundo Coca Ferraz, foram realizadas ações educativas com os alunos do ensino fundamental.

"Tanto na rede municipal quanto na rede estadual de ensino, nós divulgamos um vídeo bastante educativo, tivemos a participação da diretora regional de Ensino, Débora Blanco, e da secretária de Educação, Wanda Hoffman", disse. 

Veja mais: 

    - Semana de Trânsito terá ações para motoristas e ciclistas em rodovias

Mais notícias


Publicidade