Publicidade

cotidiano

Outubro Rosa: FSS troca máscaras por produtos de limpeza e higiene

Hoje, São Carlos tem 265 pacientes diagnosticadas com câncer de mama recebendo tratamento de hormonioterapia, 32 de quimioterapia e 16 de radioterapia

| ACidadeON/São Carlos -

Exército de São Carlos auxiliou o Fundo Social de Solidariedade na administração de cestas básicas. Foto: Reprodução

O Fundo Social de Solidariedade de São Carlos (SP) realiza, neste mês de outubro, a troca de máscaras por produtos de limpeza e higiene pessoal. A ação faz parte da campanha Outubro Rosa. 

As trocas poderão ser feitas na sede do FSS, localizada na rua Francisco Maricondi, nº 375, na Vila Marina, na Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, na avenida São Carlos, nº 1.800, no Centro e no Paço Municipal, na rua Episcopal, nº 1.575, no Centro. 

A Campanha Outubro Rosa tem como objetivo compartilhar informações sobre o câncer de mama e de colo de útero, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade. 

"Vamos continuar informando e ajudando as pessoas que precisam, portanto ainda com as restrições que a pandemia nos impõe. Precisamos chamar a atenção das mulheres para importância da prevenção, da detecção precoce da doença, de fazer o autoexame. Quanto mais cedo tratar, mais chance de curar, quanto mais cedo detectar, mais chance de tratar e de curar", alerta a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lucinha Garcia. 

Serviços oferecidos
A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), os serviços do Ambulatório Oncológico. Hoje 265 pacientes diagnosticadas com câncer de mama recebem tratamento de hormonioterapia, 32 de quimioterapia e 16 de radioterapia. Mensalmente são realizadas de 8 a 10 cirurgias de mama. São oferecidas 10 consultas com mastologista todos as semanas e agendados mais de 50 retornos. 

A mamografia de rastreamento, exame de rotina em mulheres para diagnóstico de câncer de mama é recomendada na faixa etária de 50 a 69 anos, a cada dois anos. O método de rastreamento do câncer do colo do útero no Brasil é o exame citopatológico (exame de Papanicolau), que deve ser oferecido às mulheres na faixa etária de 25 a 64 anos e que já tiveram atividade sexual. 

No munícipio são oferecidas pelo SUS aproximadamente 1.000 mamografias por mês, além de exames de papanicolau (demanda livre). A solicitação para fazer a mamografia pode ser solicitada diretamente nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e unidades de saúde da Família (USFs). 

O ambulatório oncológico está localizado na rua Paulino Botelho, 865, na Vila Pureza. Os telefones para contato são (16) 3368-4833 ou (16) 3419-3460. O atendimento é de segunda a sexta-feira das 7h às 17h.

Mais notícias


Publicidade