Publicidade

cotidiano

Nova Caderneta da Gestante terá informações sobre 'pré-natal do pai'

Versão passou por atualizações técnicas que consideram as diretrizes de segurança, qualidade e humanização da nova Rede de Atenção Materna e Infantil (Rami), segundo o Ministério da Saúde

| ACidadeON/São Carlos -

Nova Caderneta da Gestante terá 3 milhões de exemplares. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde apresentou, na quarta-feira (4), a 6ª edição da Caderneta da Gestante como parte das ações desenvolvidas pela pasta para o aprimoramento da assistência materna e infantil no Sistema Único de Saúde (SUS). Novo documento vai trazer informações também sobre o pré-natal do pai/parceiro para fortalecer ações de paternidade.

O secretário de Atenção Primária à Saúde, Raphael Câmara, destacou ações direcionadas ao tema. "Reestruturamos o modelo de rede de atenção materno-infantil brasileira para adequar a política e trazer mais segurança para esse público. Com a criação da Rami, praticamente dobramos o orçamento e fortalecemos as ações de cuidado. Além disso, passamos a financiar o pré-natal de alto risco, auxiliando na condução dos casos mais complexos", garantiu.

Mais de 3 milhões de exemplares da caderneta serão distribuídos aos 26 estados e Distrito Federal em 2022. As Secretarias Estaduais de Saúde ficam responsáveis pelo envio do material aos municípios, que entregam os exemplares aos serviços da Atenção Primária à Saúde para disponibilização às gestantes. O valor do investimento nessa ação é de cerca de R$ 5,7 milhões.

A Caderneta da Gestante é um importante instrumento de acompanhamento da gestação, parto e pós-parto para qualificar a atenção e o cuidado pré-natal. É um instrumento interativo, que contém espaços para a gestante registrar impressões sobre o momento que está vivendo, além de ajudar a esclarecer as dúvidas mais frequentes.

O documento foi elaborado pelo Ministério da Saúde com o objetivo de apoiar o profissional de saúde no diálogo e continuidade do atendimento à gestante e nas ações de educação em saúde.

O que muda?
A nova edição da caderneta passou por atualizações de conteúdo técnico que consideram as diretrizes de segurança, qualidade e humanização da Rede de Atenção Materna e Infantil, além de contar com diagramação mais moderna.

Também foram atualizadas as curvas de acompanhamento do ganho ponderal de gestantes, e readequados os espaços de preenchimento dos dados de exames e vacinas, conforme solicitação das equipes de saúde. O Pré-natal do Pai/Parceiro ganhou destaque nesta 6ª edição, de forma a fortalecer as ações de paternidade e cuidado no SUS, além de contribuir para a ampliação e melhoria do acesso e acolhimento dos homens nos serviços de saúde.

O material ainda tem informações sobre os 10 passos para a alimentação saudável na gestação e orientações sobre saúde bucal e registro de consulta do pré-natal odontológico, bem como informações atualizadas sobre trabalho de parto, parto e nascimento. Os futuros pais passam a receber informações sobre o registro civil da criança e da importância da consulta puerperal (1º semana após o parto).

Mais notícias


Publicidade