Publicidade

cotidiano

Jovem é preso após descumprir medida protetiva e causar acidente

Testemunhas afirmaram que engenheiro civil teria achado que a ex-namorada, de 22 anos, estava no outro veículo; "Quero que deixe a minha filha em paz", diz pai

| ACidadeON/São Carlos -

Acidente deixou carro destruído. (Foto: Arquivo pessoal)
Um engenheiro civil de 26 anos foi preso em flagrante por ter provocado um capotamento que deixou duas vítimas feridas em estado grave. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e descumprimento de medida protetiva.

O caso ocorreu na madrugada deste sábado (25), na Estrada Vicinal George de Almeida Freitas, entre Ribeirão Bonito e o distrito de Guarapiranga.

Segundo o boletim de ocorrência, o engenheiro civil que causou o acidente teria achado que a ex-namorada, de 22 anos, quem dirigia o outro veículo. Ela possui medida protetiva contra ele. Por segurança, ex-namorada trocou de carro com amigos na saída da festa. 
 
LEIA MAIS 
Fim de semana começa com dois acidentes de trânsito em São Carlos  
Ex-paciente da Santa Casa de São Carlos envia 48 cartas para equipe  
USP aprova criação de banca para coibir fraudes em cotas raciais


Testemunhas afirmaram que o rapaz perseguiu o carro e quando o alcançou, bateu do lado, tirando da estrada. O Fiat capotou com a colisão, diz o registro.

O carro da vítima ficou destruído e os dois ocupantes foram levados ao Pronto-Socorro de Ribeirão Bonito, de onde foram transferidos para a Santa Casa de São Carlos devido à gravidade dos ferimentos.

O engenheiro civil sofreu ferimentos leves, foi preso em flagrante e levado para o plantão policial de São Carlos, de onde foi removido ao Centro de Triagem. Ele deve ser submetido a audiência de custódia.

O outro lado
O advogado de defesa, Roquelaine Santos, disse ao portal g1 que seu cliente informou que foi embora da festa ao saber da presença da ex-namorada, que perdeu o controle do veículo e que não teve a intenção de causar o incidente.

"Quero que deixe a minha filha em paz", diz pai
O relacionamento entre o engenheiro civil e a jovem durou cinco anos e terminou há três. Segundo Ricardo Opini, pai da jovem, o relacionamento teve término complicado, com solicitação de medida protetiva e uma denúncia de descumprimento da ordem judicial.

Segundo o pai, a jovem está psicologicamente abalada, sob efeito de remédios. "Está deitada, sem comer, alimentar. É uma tortura psicológica, está vivendo isso há três anos", relatou. "Agora um acidente desses. Era para ela estar no carro. Se ela tivesse no carro talvez hoje ela estaria num caixão, estaria morta".

O pai pede à Justiça que mantenha o ex-namorado longe de sua filha. "Esse cara está um perigo. Ninguém toma providências, não sei o que vai acontecer mais para tomar providência".

"Quero que o cara fique recolhido para refletir a besteira que ele fez hoje e mude. Quero que ele viva a vida dele e deixe a minha filha em paz", afirmou ao acidade on
 
VEJA TAMBÉM 
Confira o prêmio recorde que a Quina de São João sorteia hoje  
Governo decide aumentar em R$ 200 parcela do Auxílio Brasil  
Confira a atração de cineclube de São Carlos para hoje

Publicidade