Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

Cotidiano

Prefeitura corta 26 árvores condenadas em São Carlos

O trabalho tem como objetivo diminuir a interferência na rede elétrica e de telefonia. Serviço está sendo feito com laudo técnico da Coordenadoria do Meio Ambiente

| ACidadeON/São Carlos

Prefeitura corta 26 árvores em São Carlos
 

A Prefeitura de São Carlos ampliou o trabalho de poda e cortes de árvores na cidade. Vinte e seis árvores condenadas já foram cortadas. O trabalho está sendo feito com laudo técnico da Coordenadoria do Meio Ambiente.

"Durante a chuva de março, várias árvores caíram causando danos patrimoniais e riscos à população. De forma emergencial, contratamos uma empresa para atender os locais que já estão em processo na Secretaria. Além disso, estamos fazendo a manutenção das árvores das principais ruas e avenidas", afirmou Mariel Olmo, secretário de Serviços Públicos.

A cidade tem aproximadamente 10.000 árvores nas vias públicas, além das existentes nas praças e bosques. A manutenção exige uma poda de limpeza, manejo de retirada de galhos secos e pragas, bem como, a diminuição do volume da copa, que interfere nos imóveis e no trânsito de veículos e pedestres.

"A poda de árvores tem como objetivo reduzir a interferência de ramos na rede elétrica e de telefonia; reduzir danos imobiliários e em transeuntes; reduzir o volume das copas; a retirada de galhos secos; e a eliminação de pragas", explicou o engenheiro Ângelo Roberto Fabrício, da secretaria de Serviços Públicos.

Como a Prefeitura não dispõe de mão de obra e equipamento específicos para a realização do serviço, uma empresa especializada foi contratada para a execução de serviços de poda e corte de árvores, recolhimento de troncos, galhos e folhagens nas praças, vias públicas e áreas comuns, com fornecimento de materiais, mão de obra, equipamentos, ferramentas, veículos, combustíveis, manutenção mecânica e elétrica, motoristas, operadores, insumos e encargos que onerem esses serviços.

A manutenção foi realizada em todas as árvores existentes nas avenidas Comendador Alfredo Maffei, Dr. Teixeira de Barros, Grécia, Theodureto de Camargo, Henrique Gregori e Bruno Ruggiero, num total de 14 mil metros de vias.

Para as árvores com problemas, o corte só é realizado após o laudo técnico da Coordenadoria do Meio Ambiente. Foram feitos 26 cortes e outros estão programados. O contrato com a empresa começou no final de abril e tem duração de 180 dias.

Veja também