ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

Cotidiano

ACISC, Sincomercio e CDL divulgam carta em apoio às mudanças no Calçadão

Na carta, as três entidades defendem a modernização e revitalização da região para neutralizar a degradação e esvaziamento do centro comercial da cidade

| ACidadeON/São Carlos

.
 
Em concordância, a Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC), o Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região (Sincomercio) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) divulgaram nesta sexta-feira (29) uma Carta Aberta à População de São Carlos em apoio à revitalização e modernização da área central da cidade.  

Na carta, as três entidades, que representam um dos setores que mais empregam e movimentam a economia do município, defendem a modernização e revitalização dessa região, principalmente com a transformação do Calçadão da rua General Osório em boulevard, como recurso para neutralizar o processo de esvaziamento e degradação que o centro comercial da cidade tem vivido.  

O presidente do Sincomercio e vice-presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), Paulo Roberto Gullo, destaca que essa é uma proposta do comércio há mais de 20 anos. "O que observamos hoje é que diversas lojas estão fechando. E se não for feito algo, com urgência, poderemos perder o centro comercial antigo da cidade, porque no atual cenário comercial, não há comércio sem vitrine. Apoiamos a mudança no Calçadão, mas que fique claro que ele não deixará de existir. Será adaptado para maior circulação e, assim, se tornará mais atrativo e convidativo tanto durante o dia, quanto a noite, quando poderá receber as pessoas em lanchonetes e bares. Será liberada apenas uma via, para tráfego de um único veículo, deixando grande parte do espaço ainda para os pedestres, que circularão vendo as vitrines. O Comércio central de São Carlos precisa dessa reestruturação!".  

A carta, assinada por José Fernando Domingues - Presidente da ACISC; Paulo Roberto Gullo - Presidente Sincomercio e vice-presidente da FecomercioSP e por Walter José Barros - Presidente CDL, manifesta apoio e comprometimento com todo o Projeto de Revitalização e Modernização da Área Central proposto pela Prefeitura Municipal , por meio do secretário de Transporte e Trânsito, Antonio Clovis Pinto Ferraz (Coca).  

Leia na íntegra o conteúdo da Carta divulgada:  

Respeitosamente e em concordância, as três entidades que representam o setor comercial do município, Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC), Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região (Sincomercio) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), vêm se posicionar em relação à REVITALIZAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA ÁREA CENTRAL DE SÃO CARLOS.  

A área central é o coração de uma cidade e precisa ser mantida viva, dinâmica, bonita e atrativa. Infelizmente, em São Carlos, essa região encontra-se em processo de esvaziamento e degradação, devido à descentralização e à falta de revitalização. Observa-se que diversas lojas estão fechando, levando à redução de empregos e à falta de investimento na conservação dos imóveis. Com a diminuição do número de clientes, o Calçadão e a Praça do Mercado ficam "vazios" durante o dia, e ainda mais no período noturno, comprometendo também a segurança.  

Se ações adequadas não forem efetivadas com urgência, a cidade poderá perder, em breve, seu centro comercial antigo, porque no atual cenário comercial, sem vitrine não há venda. É necessário neutralizar a tendência de esvaziamento do centro, que temos vivido ano após ano.  

A maioria dos empresários dessa região é favorável à transformação do Calçadão em boulevard, a exemplo de outras cidades que tiveram êxito com projetos semelhantes, e o comércio de São Carlos busca essa melhoria há mais de 20 anos.  

Neste sentido, publicamente, a ACISC, o Sincomercio e a CDL manifestam seu total apoio e comprometimento com o PROJETO DE REVITALIZAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA ÁREA CENTRAL, proposto pela Prefeitura Municipal e apresentado a seguir:  

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA ÁREA CENTRAL  

Implementação de dois sentidos de tráfego na rua General Osório no trecho de passagem sobre os trilhos;
Abertura da rua Nove de Julho (antiga Faber) e implantação de binário com a rua José Bonifácio (ruas com sentido único);
Implantação de bolsão de estacionamento no terreno da antiga Faber em frente ao Senac;
Incentivo fiscal à implantação de estacionamentos particulares e prédios residenciais na área central;
Transformação do Calçadão em boulevard (rua estreita para a passagem somente de carros, motos e bicicletas, e com calçadas largas dotadas de iluminação adequada, bancos e floreiras). A passagem de veículos seria proibida das 10h às 18h;
Transformação da Praça do Mercado em boulevard e criação de um bolsão de estacionamento no local. Nos dias de eventos, a passagem e o estacionamento de veículos não seriam permitidos;
Expansão do boulevard da rua General Osório entre as ruas José Bonifácio e Visconde de Inhaúma;
Implantação de bolsão de estacionamento no terreno sob o viaduto próximo à antiga Estação Ferroviária;
Implantação de terminal de ônibus na Praça Voluntários da Pátria, com fácil acesso ao Mercado Municipal e à área comercial central;
Melhoria nas instalações do shopping popular localizado na rua Geminiano Costa;
Dotar toda a área central de rampas de acesso, pisos táteis etc. visando atender aos requisitos de acessibilidade para as pessoas com necessidades especiais.





Veja também