Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Por falta de funcionários, família enterra idosa por conta própria

De acordo com os familiares, funcionários se recusaram a jogar a terra sobre a cova por falta de funcionário encarregado

| ACidadeON/São Carlos

Familiares tiveram que terminar enterro - Foto: arquivo pessoal / Josiane
Atualizado: 17h30

Uma família passou por maus bocados e uma grande falta de respeito na tarde de terça-feira (12). Os próprios parentes tiveram de terminar o enterro de uma idosa no cemitério Santo Antônio de Pádua, na Vila Prado, em São Carlos. 

Uma das netas da idosa entrou em contato para contar o ocorrido. De acordo com ela, o funcionário encarregado por jogar a terra sobre o túmulo estava de folga e outra pessoa não poderia completar o serviço. "Tinham dois coveiros, funcionários de lá, e eles fizeram o enterro. Só que fizeram o seguinte: colocaram aquelas três pedras de cimento, passaram um pouco de cimento em volta  e deixaram as coroas de flores em cima, mas a terra ficou para fora. A gente indagou se iria ficar daquele jeito", explicou a neta Josiane. 

Nessa hora a resposta de um dos funcionários foi a de que o servidor encarregado por colocar a terra na cova estava de folga. Entretanto, ainda mais decepcionante foi a sugestão que ele mesmo deu. "De início ele deu várias desculpas, falou que estragaria o cimento e tudo o mais. Por fim acabou revelando que o funcionários estava de folga e que amanhã [esta quarta-feira (13)] colocaria a terra. Meu irmão, meu filho e meu tio tiveram que acabar de enterrar, eles [familiares] falaram que se o problema fosse aquele, eles mesmos enterrariam. Nisso um dos funcionários deu a pá e falou: a senhora é que sabe", disse.  

Cemitério na Vila Prado - Foto: Google Street View

 
Josiane encaminhou a reclamação para um vereador da cidade, perguntando se aquele era um procedimento comum. "Nunca vi um enterro assim, para mim isso é fazer pela metade. Já basta a dor que que a gente está sentido pela perda da pessoa e ainda nós temos que jogar a terra por cima", se indigna Josiane.  

Nas fotos fornecidas pela mulher, é possível ver os parentes trabalhando para cobrir a cova, que ainda se apresentava exposta às intempéries do clima. A quantidade de terra para fora não era pouca e o sentimento que fica é o de revolta. Josiane não demonstrou interesse em entrar com uma ação judicial para reparar os danos emocionais sofridos em decorrência do nervoso e do desrespeito passados. 

A reportagem do ACidade ON São Carlos entrou em contato com a Prefeitura Municipal de São Carlos para obter um posicionamento sobre quais são os procedimentos padrões na hora do enterro no Cemitério Santo Antônio de Pádua. 
 
Nota  

A Secretaria de Serviços Públicos informa que ontem, dia 12 de fevereiro, foram realizados 7 sepultamentos, seis deles no período da tarde, inclusive com sepultamento em Santa Eudóxia, sendo necessário o deslocamento de 2 dos 5 coveiros para o distrito. 

Quanto ao ocorrido no cemitério Santo Antônio de Pádua a Secretaria esclarece que o sepultamento foi realizado. O coveiro realizou todas as etapas, inclusive fechando a carneira com a cimentação. O funcionário explicou que precisava realizar outro sepultamento no Cemitério Nossa Senhora do Carmo e que a finalização do túmulo seria realizada com colocação da terra no dia subsequente, porém a família não aceitou, tomando as ferramentas do coveiro e iniciando a colocação da terra. 

A Secretaria de Serviços Públicos lamenta o ocorrido e vai solicitar a contração de mais servidores para a função.



Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON