Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Prefeitura, empresários e concessionária irão apresentar projeto de marginal na WL para a Artesp

Agência está exigindo das empresas localizadas às margens da rodovia um acesso regulamentado comercialmente

| ACidadeON/São Carlos

Empresários são notificados por acesso improvisado e irregular na Washington Luís
 

Nesta quinta-feira (16), acontece na sede da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), na capital, uma reunião com representantes da Prefeitura, empresários, Triângulo do Sol e Artesp, para tratar do projeto de construção da marginal na Rodovia Washington Luis, entre a avenida Getúlio Vargas até o dispositivo da antiga Fazenda Hotel.

Desde o início do ano, a Prefeitura de São Carlos está intermediando as ações entre os empresários e Artesp. A agência desde 2016 está exigindo das empresas localizadas às margens da rodovia, um acesso regulamentado comercialmente e isso tem uma série de exigências. Em alguns locais, essas exigências não foram atendidas e o problema se arrasta.

Na terça-feira (14), o engenheiro José Mário Frasnelli, contratado pelos empresários, apresentou ao grupo de empresários e representantes da Prefeitura o projeto da avenida marginal. "O projeto contempla uma marginal que vai do dispositivo da Getúlio Vargas até a Fazenda Hotel. É um projeto funcional composto de plantas e perfis longitudinais. Vamos apresentar a Artesp e após a reunião serão feitos todos os procedimentos da entrada desse projeto via Triângulo do Sol para aprovação. Aprovado o projeto funcional, faremos o projeto executivo", explicou o engenheiro.

Atualmente há um dispositivo, criado de modo precário, que não atende às exigências da agência reguladora e não está em conformidade com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Por isso, em fevereiro, a concessionária informou à Prefeitura que pretendia impedir o tráfego de veículos pelo dispositivo existente, o que prejudicaria as empresas existentes no local. O projeto está sendo custeado pelos empresários.


Mais do ACidade ON