Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Vacina contra tuberculose para recém-nascidos está em falta em São Carlos

Problema preocupa mães e teve início após a interrupção da distribuição pelo Ministério da Saúde. Situação também atinge clínicas particulares

| ACidadeON/São Carlos

Vacina contra tuberculose para recém-nascidos está em falta em São Carlos
Mães de bebês recém-nascidos, em São Carlos, estão preocupadas com a falta da vacina BCG, que imuniza contra a tuberculose. As informações foram divulgadas pelo Jornal da EPTV.  

O problema teve início porque o Ministério da Saúde interrompeu a distribuição e algumas cidades já não têm como aplicar a dose. O órgão diz que as doses passam por testes para controle de segurança.  

A Secretaria Estadual de Saúde informou que enquanto o Ministério da Saúde não normalizar a distribuição da vacina, o estado pretende remanejar os estoques para evitar a falta em alguns municípios.   

Vacina contra tuberculose para recém-nascidos está em falta em São Carlos


Estoque
A auxiliar de enfermagem Bruna Picolli da Costa teve que levar o pequeno Rafael para casa sem que ele fosse imunizado. "Fico muito preocupada, porque a gente sabe que a vacina é um dos itens mais importantes quando o bebê nasce. A vontade é não sair de casa, não receber visitas para não ter contato com nenhuma doença. Que tomem cuidado para não faltar novamente, porque eles fazem tanta campanha e a mãe chega na unidade e não tem a vacina?", questionou.  

O estoque acabou na maternidade da Santa Casa no sábado (13), porque o mesmo aconteceu na sede da Vigilância Epidemiológica, responsável pela distribuição. Até agora, o ministério não deu nenhuma previsão de quando o fornecimento deve voltar ao normal.  

Segundo o Ministério da Saúde, as vacinas BCG já foram compradas e entregues, mas ainda não foram distribuídas porque estão passando por testes para controle de segurança.  A reportagem questionou o motivo da demora e porque essa analise não foi feita antes, mas não obteve resposta.  

Na sexta-feira (12), o EPTV2 mostrou que a vacina pentavalente também está em falta em várias cidades da região, porque A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reprovou cinco lotes em um teste que avalia itens como aparecia, cheiro ou embalagem das vacinas.   

Vacina contra tuberculose para recém-nascidos está em falta em São Carlos


Clínicas particulares
A advogada Marcela Portugal está grávida e pode dar à luz em duas semanas. Assim que soube da notícia, ela ligou em uma clínica particular, mas também encontrou dificuldade. "Nos disseram que pelo fato da vacina já ser aplicada na maternidade eles não têm uma demanda tão grande e não têm ela disponível no estoque. Tive a informação que não tem no estoque há um ano e tem um custo de mais ou menos R$ 100, que pode representar muito para várias famílias", afirmou.  

Ela não quer ver o filho exposto ao risco. "Tuberculose por si só a gente fica super assustada e o neném é tão frágil. É muito angustiando e não sabemos como vamos proceder. Tudo pode acontecer nas próximas semanas e a gente vai ter que correr atrás. A gente espere que regularize", disse.
Bebês  

O pediatra Wander Rezende, que hoje se dedica a uma clínica de vacinação, diz que não há motivo para desespero, mas a doença pode ser mais grave em recém-nascidos. "O recém-nascido é um imunodeficiente relativo. Ele tem o seu sistema imunológico ainda por desenvolver e esse processo de maturação vai acontecendo dentro dos primeiros anos de vida e ele está ali com toda a vulnerabilidade", ressaltou.
Por isso vale o cuidado, pra mães que tiverem que levar o filho para casa sem a imunização. "Se tiver um familiar, vizinho que esteja com quadro de tosse evite o contato", disse.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON