Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Estudante de São Carlos vira CEO por um mês de uma das maiores empresas do mundo

Guilherme Servidoni, 22 anos, superou mais de 4 mil candidatos para participar do programa CEO for One Month do grupo Adecco, líder mundial em RH

| ACidadeON/São Carlos

Estudante de São Carlos vira CEO por um mês de uma das maiores empresas do mundo
Imagine, aos 22 anos, tornar-se CEO de uma empresa com mais de 1.500 funcionários apenas no Brasil, líder de mercado em seu segmento e com mais de 20 anos de tradição. Pois foi isso que o jovem Guilherme Servidoni, 22, vivenciou durante o mês de julho. Natural de Goiás e estudante de engenharia da computação da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), ele participou da sexta edição do CEO for One Month.

O programa do grupo Adecco, líder mundial em soluções de recursos humanos, existe desde 2014 e tem como objetivo oferecer uma experiência real para preparar jovens talentos para o mundo do trabalho. O projeto existe em 47 países e, neste ano, recebeu mais de 200 mil inscrições pelo mundo.

Na edição de 2019, apenas no Brasil foram mais de 4 mil inscritos. "Eu já conhecia o programa porque, alguns anos atrás, uma conhecida se inscreveu para participar. Mas sempre via o grande número de interessados e acabava achando que não teria chance", conta Guilherme. "Desta vez, criei coragem e enviei meu currículo e uma carta de motivação", lembra.

Pouco tempo depois veio a notícia de que havia passado para a segunda fase. "Nessa hora passei a ter esperança e comecei a me dedicar muito ao objetivo de ser o escolhido como CEO por um mês. Eu tenho uma lousa no quarto de casa e comecei a usá-la para estudar e fazer anotações, estudei muito sobre o grupo Adecco, aprendi seus valores, missões, me preparei para as etapas seguintes", afirma.

O trabalho duro deu certo. Guilherme foi selecionado entre os 11 finalistas da etapa brasileira do programa que, em São Paulo, na sede da empresa, passaram por um dia inteiro de testes e entrevistas. "Acho que nunca fiquei tão nervoso e por tanto tempo. Foi uma sensação incrível ser escolhido como o CEO."

Além de participar do dia a dia da Adecco, acompanhando a liderança da empresa e visitando clientes, Guilherme teve chance de ver de perto como se faz gestão de pessoas, sua carreira dos sonhos. "Apesar de estudar computação, nunca quis me restringir a um campo apenas. Desde o início da faculdade eu me envolvi em projetos de gestão, participei da empresa júnior e li muito sobre o assunto", conta.

Agora de volta a São Carlos e às aulas, Guilherme aguarda o resultado da etapa global do programa. Todos os 47 CEOs por um mês que participaram do programa, cada um em seu país, submeteram um projeto para avaliação e um deles será escolhido para trabalhar, também por um mês, com o CEO do Grupo Adecco, Alain Dehaze.

Dentre as principais lições aprendidas durante toda a experiência de ser CEO aos 22 anos, Guilherme destaca a persistência para alcançar um objetivo e a vontade de inovar. "Aprendi que você deve correr atrás de sua carreira e buscar seu próprio caminho. Sempre busque seu desenvolvimento e acredite em você. E se inscreva em todas as oportunidades que puder. De repente, você vira CEO por um mês", brinca.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON