Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Prefeitura e Embrapa se unem em defesa do saneamento básico rural

Parceria inédita vai possibilitar a popularização das tecnologias de saneamento básico rural desenvolvidas pela Embrapa Instrumentação

| ACidadeON/São Carlos

Prefeitura e Embrapa se unem em defesa do saneamento básico rural. Foto: Divulgação/ Prefeitura de São Carlos
 

Uma iniciativa envolvendo a Embrapa Instrumentação e a Prefeitura de São Carlos deverá impactar estrategicamente na redução do déficit sanitário na área rural do município, onde vivem 4% da população um pouco mais de 10 mil habitantes. O primeiro passo para atingir a meta de universalizar o saneamento básico aconteceu na tarde segunda-feira (14/10), no Paço Municipal, com a assinatura de um contrato de cooperação técnica para a implementação de unidades da Fossa Séptica Biodigestora, entre outras ações.  

"Nós temos que somar. Aproveitar o que temos de mais inovador desenvolvido aqui na cidade e reverter para a nossa população. Estou satisfeito em assinar a nossa primeira parceria com a Embrapa Instrumentação Agropecuária", disse o prefeito Airton Garcia, durante a assinatura da cooperação técnica.  

"Este ato marca o primeiro passo formal para implementar o tratamento do esgoto nos 1.065 km2 da área rural, ou seja, 94% da área do município de São Carlos. É uma medida decisiva para promover a saúde por meio de ações preventivas, que elevam a capital da Ciência e Tecnologia ao patamar de uma cidade sem déficit sanitário", afirmou o chefe-geral da Embrapa Instrumentação, João de Mendonça Naime.  

O objetivo da cooperação, que envolve diretamente a Secretaria Municipal da Agricultura e Abastecimento (SMAA) e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, prevê estudos e capacitações de multiplicadores e produtores rurais, além de divulgação de ações sobre o projeto.  

Para o pesquisador Wilson Tadeu Lopes da Silva e o analista Carlos Renato Marmo, da Embrapa Instrumentação, a ação desta segunda-feira é carregada de simbolismo - materializa um esforço antigo de fazer da parceria uma ferramenta fundamental para a execução de projetos que ampliem o número de sistemas descentralizados para o tratamento do esgoto doméstico, casos da Fossa Séptica Biodigestora e do Jardim Filtrante.  

"Trata-se de uma parceria inédita com a Prefeitura de São Carlos, cidade onde as tecnologias de saneamento básico rural da Embrapa Instrumentação foram desenvolvidas. Esperamos poder contribuir com as políticas públicas do Governo Municipal, buscando sempre a melhoria da qualidade de vida do homem do campo e a preservação do meio ambiente", dizem os responsáveis à frente do projeto.  

"A assinatura do contrato sinaliza o início do processo para zerar o déficit sanitário na área rural do município de São Carlos. Isso se deve graças à interação e os esforços empenhados entre as instituições", diz o secretário Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, José Galízia Tundisi.  

Para o secretário da SMAA, Paraná Filho, a iniciativa, que contou com o apoio fundamental da secretaria é de extrema importância para o município. "A instalação de tecnologias para o saneamento básico rural é importante para proteção e preservação do meio ambiente e para a saúde e bem-estar das pessoas que vivem no campo", afirma o secretário.  

Com prazo de 24 meses para execução, as atividades serão desenvolvidas em áreas rurais e periurbanas da cidade de São Carlos (SP). Uma das metas é instalar, durante os dois anos, 34 unidades demonstrativas da Fossa Séptica Biodigestora, destinada ao tratamento do esgoto doméstico, e quatro do Jardim Filtrante - solução para as chamadas águas cinzas esgoto oriundo do chuveiro, pia e tanques.  

O diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, Caio Solci, a chefe-adjunta de Transferência de Tecnologia Débora Milori, e o chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento, José Manoel Marconcini também participam da solenidade junto com o prefeito e secretários da Prefeitura.


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON