Aguarde...

cotidiano

São Carlos terá vacinação contra a gripe a domicílio para idosos

Campanha nacional começa na segunda-feira (24). Idosos devem agendar visitação pelos telefones do Disk Vacina.

| ACidadeON/São Carlos


.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa na próxima segunda-feira (23) em todo o país. Em São Carlos (SP), a campanha será atendida em três etapas, sendo a primeira para atender idosos a domicílio e trabalhadores da área da saúde.  

As equipes das Unidades de Saúde da Família (USF), vão entrar em contato com os idosos cadastrados no programa e agendar a vacinação. Os usuários do SUS que utilizam as Unidades Básicas de Saúde (UBS) devem ligar para uma das seis centrais telefônicas montadas pela Prefeitura para agendar a vacinação.  

Cada UBS vai ter equipes para atender em domicílio. Os idosos que não utilizam a rede pública, mas que tem direito a vacina gratuita, também devem fazer o agendamento pelos telefones do Disk Vacina. Os números disponíveis a partir de segunda-feira (23) são: 3368-2044, 3368-5593, 3362-1350, 3372-6592, 3368-7400 ou 99754-1585.  

Mudanças
Denise Braga, diretora do DGCA, explica que a medida é necessária para evitar aglomerações. "Os idosos foram priorizados por causa do novo coronavírus, mas não podemos correr risco de aglomerações nas unidades, por isso essa medida. Estamos pedindo para todos ficar em casa, portanto não seria coerente fazer o grupo de risco da COVID-19 circular em diversas regiões da cidade", justifica a diretora.  

Já Crislaine Mestre, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, ressalta a importância da medida. "Não podemos ir na contramão das recomendações das medidas não farmacológicas do COVID 19, as pessoas com mais de 60 anos de idade devem permanecer em isolamento em suas residências, devem evitar o deslocamento, uso do transporte coletivo e sair somente em casos de extrema necessidade, como para atendimento médico. As infecções respiratórias acometem muito a população idosa, por esse motivo é de extrema importância que eles sejam imunizados, para evitar as formas graves da doença, por isso contamos com o apoio dos familiares para a realização desse agendamento".  

Kátia Spiller, supervisora da Vigilância Epidemiológica, ressalta que a vacina contra a gripe não evita a COVID-19. "Na verdade, ao proteger os idosos do vírus influenza (causador da gripe), a vacina impede uma sobrecarga do sistema respiratório que agravaria um eventual ataque do novo coronavírus. A vacinação também ajuda a diferenciar entre gripe e a COVID-19".  

Os trabalhadores de saúde também serão imunizados na primeira etapa pelo maior risco de entrarem em contato com ambos os vírus e por poderem transmiti-los a pessoas que já estão fragilizadas em ambientes hospitalares. Cada unidade de saúde da cidade, seja pública ou particular, vai receber as doses para realizar a vacinação de seus profissionais.  

Meta
A medida de vacinação em domicílio é válida para essa primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe em São Carlos. Os métodos de vacinação das próximas etapas serão analisados uma a uma.  

A meta é vacinar 90% do público alvo em São Carlos, o que corresponde a 29.261 pessoas idosos e 7.834 profissionais da área da saúde. Em 2019 foram aplicadas 52.135 doses da vacina na cidade, o que correspondeu a uma cobertura vacinal de 65,16% do público alvo. Depois do encerramento da Campanha, quando o Ministério da Saúde liberou a vacina para o público em geral, foram aplicadas mais de 20 mil doses, aumentando a cobertura vacinal para 81,67%.  

Calendário municipal da vacinação
23 de março:
início da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe. Pessoas com mais de 60 anos e trabalhadores da área da saúde podem tomar a dose.
A partir do dia 16 de abril: o público-alvo é ampliado para professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e pacientes com doenças crônicas (hipertensão, diabetes, asma, entre outras).
A partir do dia 9 de maio: crianças de 6 meses a menores de 6 anos incompletos, pessoas entre 55 e 60 anos incompletos, gestantes, puérperas e indígenas começam a receber a vacina.
O Dia D acontecerá no 9 de maio. É um sábado onde postos de saúde oferecerão o imunizante para todo o público-alvo, no Brasil inteiro.

Mais do ACidade ON