Publicidade

cotidiano

Plano SP: Dourado (SP) propõe aderir à flexibilização, mas mantém algumas restrições

Aglomerações, festas e locações de chácaras continuam proibidos; proposta de decreto está sob análise do prefeito Gino Torrezan (PL)

| ACidadeON/São Carlos -

Tudo sobre o coronavírus na nossa região e no Brasil
Dourado (SP) propõe aderir à flexibilização proposta pelo governo do Estado e derrubará as restrições de horário e ocupação dos setores comerciais e de serviços.

Em minuta de decreto que foi submetida ao prefeito Gino Torrezan (PL), a qual o ACidade ON teve acesso, o município mantém medidas de restrições e rastreamento de pacientes com Covid-19, que são obrigados a usar pulseira para identificação.

O município também decidiu retomar atividades esportivas, sem público. Ainda estão proibidos o aluguel e utilização de chácaras de veraneiro na cidade. Grupos com mais de cinco pessoas são considerados aglomeração pela administração.

O decreto ainda depende de aval do prefeito para ser válido.

Reabertura segura
Desde a meia-noite, as medidas restritivas no Estado de São Paulo não têm mais validade. Na segunda-feira (16), a território paulista terminou a vacinação de adultos, em um cenário de índices decrescentes de casos e mortes pela Covid-19.

Com a queda das restrições, estabelecimentos comerciais e de serviços não têm mais limite de ocupação ou horários. Todavia, há ainda a obrigatoriedade das máscaras, distanciamento físico, uso de álcool gel.

Também serão liberados eventos sociais, culturais e feiras corporativas com controle de público. Shows com público em pé, pistas de danças e torcida em estádios de futebol continuam proibidos.

Mais notícias


Publicidade