Aguarde...

cotidiano

Em 5 dias, disque corona da Santa Casa já ajudou 312 pessoas

Telefonemas servem para orientar pessoas sobre medidas preventivas e sintomas do coronavírus em São Carlos (SP)

| ACidadeON/São Carlos

Santa Casa de São Carlos inicia atendimento em Centro de Campanha. Foto: Assessoria de Imprensa

A Santa Casa de São Carlos divulgou o balanço da primeira semana de atendimentos pelo Disque Coronavírus também neste sábado. De segunda-feira (16), quando começou a funcionar até às 11h de sexta-feira (20), foram atendidos 312 chamados.

Desses, 140 telefonemas (45%) serviram para orientar pessoas e mostrar a elas que não se enquadravam em critérios suspeitos para o Coronavírus e por isso deveriam ficar em casa e procurar atendimento apenas quando apresentassem sintomas mais graves da doença. 109 ligações (35%) foram feitas para buscar orientações quanto às medidas preventivas. E apenas 3 (1%) foram orientadas a procurar uma unidade de saúde para passar por avaliação e fazer exames.

"Os números mostram quanto esse canal de comunicação está sendo eficiente na prevenção contra o Coronavírus. De 312 pessoas que ligaram, apenas 3 foram encaminhadas para atendimento. Isso quer dizer que em 1 semana, 300 pessoas deixaram de procurar um serviço de saúde sem necessidade. Isso, além de ajudar na própria saúde dos pacientes que não se expõe a aglomerações também diminui a sobrecarga dos serviços de saúde", explica Carolina Toniolo Zenatti, médica infectologista e coordenadora do Serviço de Controle de Infecção relacionada à Assistência em Saúde (SCIRAS) da Santa Casa.

O Disque Coronavírus funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h, e pode ser feito pelo telefone (16) 3509-1234.  

Centro de Campanha
A Santa Casa de São Carlos começou a oferecer atendimento neste sábado (21), no Centro de Campanha montado para atender casos respiratórios menos graves e orientá-los a continuar o tratamento em casa.
Neste primeiro momento, vai ter um consultório com um médico que vai fazer os atendimentos das 8h às 20h, todos os dias.

"A ideia é atender casos leves e moderados e assim, reduzir o tempo de espera para quem estiver com sinais e sintomas de gripe leve. O nosso objetivo é também dar todas as orientações necessárias para que esse paciente possa dar continuidade aos cuidados com a saúde em casa", explica o médico infectologista e diretor técnico da Santa Casa, Vitor Marim.

Mais do ACidade ON